Formação espectral: do pensamento complexo ao raciovitalismo na formação de professores universitários

Autores

  • Cristina d’Ávila Universidade Federal da Bahia
  • Giovana Zen Universidade Federal da Bahia
  • Denise Moura Guerra Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.5216/rp.v31i1.66941

Resumo

Este trabalho resultou de uma pesquisa-formação realizada a partir das narrativas reflexivas de docentes, produzidas ao longo do Ateliê didático - projeto vinculado ao programa de formação continuada para docentes universitários (FORPED) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Pretendeu-se com esta pesquisa compreender como a didática sensível repercute na formação de professores universitários. A pedagogia raciovitalista abrange a Didática sensível, tendo como matriz paradigmática a teoria da complexidade (MORIN, 1990) e a fenomenologia raciovitalista (MAFFESOLI, 2005). Optou-se pelo método da pesquisa formação de abordagem qualitativa. O contexto da pesquisa constituiu-se de 25 professores inscritos nas turmas dos ateliês didáticos de 2016 a 2019. Os sujeitos produziram seus diários formacionais no período mencionado e 14 responderam ao questionário de avaliação diagnóstica, no ano de 2019. A análise dos dados produzidos foi baseada na técnica da análise de conteúdo (BARDIN, 2010), que orientou a definição dos seguintes eixos analíticos: a) o perfil dos professores/cursistas do Ateliê; e b) reverberações da didática sensível sobre a formação. Verificou-se nas narrativas dos professores a presença marcante da linguagem lúdica e estética, reiterando, assim, as reverberações da didática sensível em seus processos formativos, em suas identidades profissionais e profissionalidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-12-2020

Como Citar

d’Ávila, C. ., Zen, G., & Moura Guerra, D. . (2020). Formação espectral: do pensamento complexo ao raciovitalismo na formação de professores universitários. Revista Polyphonía, 31(1), 245–263. https://doi.org/10.5216/rp.v31i1.66941

Edição

Seção

Dossiê Escola, Complexidade e Justiça Social