Formação de professores de línguas: ensino e práticas digitais

  • Patricia Vasconcelos Almeida Universidade Federal de Lavras
  • Helena Maria Ferreira Universidade Federal de Lavras

Resumo

Considerando a abrangência dos estudos da língua e linguagem em relação ao processo de ensinoaprendizagem e formação de professores de línguas, este artigo tem como foco contribuir para essa área do conhecimento trazendo considerações sobre letramentos e multimodalidade. Tendo como pano de fundo a pesquisa qualitativa e etnográfica no âmbito de um curso de formação de professores, buscaremos apresentar considerações de professores pré-serviço ao vivenciar experiências de ensino de língua inglesa por meio das tecnologias digitais. Ao teorizar reflexivamente sobre sua própria prática didática e a de seus colegas, percebe-se que os participantes demonstram ter certo letramento digital e conseguem visualizar novas possibilidades de explorar a multimodalidade para e na execução das atividades de ensino propostas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Vasconcelos Almeida, Universidade Federal de Lavras
Professora da Universidade Federal de Lavras, Departamento de Estudos da Linguagem; profa. no programa de Mestrado Profissional em Educação.
Helena Maria Ferreira, Universidade Federal de Lavras
Professora do Departamento de Estudos da Linguagem da Universidade Federal de Lavras, Coordenadora e docente do programa de mestrado profissional em educação.
Publicado
30-08-2019
Como Citar
Almeida, P. V., & Ferreira, H. M. (2019). Formação de professores de línguas: ensino e práticas digitais. Revista Polyphonía, 30(1), 102-119. https://doi.org/10.5216/rp.v30i1.60194
Seção
Dossiê: O ensino de línguas estrangeiras em múltiplos contextos: perspectivas e desafios