O ambiente urbano, teia ou rede de significações

  • Eunice Isaias da Silva
  • Lana de Souza Cavalcanti UFG

Resumo

Esse artigo tem como objetivo primordial relatar alguns resultados preliminares da pesquisa de doutorado intitulada “Charges e tiras de quadrinhos como mediação para o estudo de cidade na Geografia escolar”, demonstrando a possibilidade que esses materiais oferecem como recursos didáticos para se discutir o ambiente urbano. Com a compreensão de que professores e alunos são sujeitos ativos do processo ensino-aprendizagem, se indica essa produção cultural, popularizada pelos meios de comunicação, para constituir a rede ou teia de significações. Propõe-se uma linguagem alternativa, que pode ser agregada a outras fontes informativas, a fim de mediar a elaboração do hipertexto e tornar esse estudo mais significativo aos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eunice Isaias da Silva
Técnica em Assuntos Educacionais do Setor de Apoio à Ação Pedagógica do Cepae/UFG
Publicado
13-04-2009
Como Citar
Silva, E. I. da, & Cavalcanti, L. de S. (2009). O ambiente urbano, teia ou rede de significações. Revista Polyphonía, 19(2), 267-283. https://doi.org/10.5216/rp.v19i2.5952
Seção
Outros Artigos