Debatendo religiosidades com os estudantes da EJA/Fpolis

  • Anna Karla Vieira Martins
  • Joana Vieira Borges Universidade Federal de Santa Catarina.
  • Osmar José Nenevê

Resumo

Este artigo trata de um relato de experiência de estágio com o tema “religiosidades” na Educação de Jovens e Adultos do município de Florianópolis, Santa Catarina. O objetivo é discutir as possibilidades e as dificuldades de trabalhar com esse tema na escola, especialmente na Educação de Jovens e Adultos, garantindo, ao mesmo tempo, o fortalecimento do princípio de laicidade do Estado brasileiro. Metodologicamente, optamos em desenvolver uma intervenção na EJA (oficina) sobre religiosidade a partir de uma proposta de construção de conceitos, amparada por discussões realizadas na área de ensino de História. Consideramos a importância e a necessidade desse debate, uma vez que vivemos em uma sociedade multicultural onde as religiosidades, apesar de ocuparem um espaço de destaque, são pouco debatidas no ambiente escolar. Apesar das dificuldades que vivenciamos, acreditamos que a nossa experiência foi extremamente válida diante dos acontecimentos contemporâneos de violência e intolerância que ocorrem todos os dias no Brasil e no mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anna Karla Vieira Martins
Graduada no Curso de Bacharelado e Licenciatura em História da Universidade Federal de Santa Catarina.
Joana Vieira Borges, Universidade Federal de Santa Catarina.
Doutora em História, professora do Departamento de Metodologia de Ensino da Universidade Federal de Santa Catarina.
Osmar José Nenevê
Graduando no Curso de Bacharelado e Licenciatura em História da Universidade Federal de Santa Catarina.
Publicado
26-06-2018
Como Citar
Martins, A. K. V., Borges, J. V., & Nenevê, O. J. (2018). Debatendo religiosidades com os estudantes da EJA/Fpolis. Revista Polyphonía, 29(1). https://doi.org/10.5216/rp.v29i1.53659
Seção
Dossiê Experiências de ensino de História na Educação de Jovens e Adultos (EJA)