A mediação do professor e a aprendizagem de Geometria Plana por aluno com transtorno do espectro autista (Síndrome de Asperger)

  • Stênio Camargo Delabona
  • Jaqueline Araújo Civardi Instituto de Matemática e Estatística/Universidade Federal de Goiás.

Resumo

O presente artigo objetiva analisar o significado dado ao objeto de estudo geométrico por um aluno com Síndrome de Asperger (SA), a partir de aplicação de uma proposta pedagógica que valorizou o desenvolvimento de atividades no Laboratório de Matemática Escolar (LME). Tem como problemática duas perguntas: (1) Quais são as mediações desenvolvidas por um professor de Matemática para um aluno com SA quando envolvido em atividades de geometria plana em um LME? (2) Quais são os atos mediadores que emergem em atividades coletivas de aprendizagem geométrica quando um aluno com SA está envolvido? A abordagem investigativa é qualitativa, e o método utilizado foi o estudo de caso. Os procedimentos e recursos metodológicos adotados na pesquisa envolveram registros de oficinas de aprendizagem desenvolvidas com o sujeito da investigação, entrevistas, diálogos e análise documental. Os pressupostos teóricos que a nortearam a pesquisa fundamentaram-se na Teoria Histórico-Cultural. Os resultados mostraram que o uso de instrumentos psicológicos do LME e signos em atividades individualizadas e coletivas propiciaram atos mediadores que potencializaram a abstração e a identificação de propriedades geométricas de forma generalizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Stênio Camargo Delabona
Mestre em Ensino na Educação Básica pelo CEPAE/UFG. Professor da Educação Básica.
Jaqueline Araújo Civardi, Instituto de Matemática e Estatística/Universidade Federal de Goiás.
Doutora em Didática das Ciências Experimentais e da Matemática pela Universidade de Barcelona. Docente do Instituto de Matemática e Estatística/Universidade Federal de Goiás.
Publicado
27-09-2016
Como Citar
Delabona, S. C., & Civardi, J. A. (2016). A mediação do professor e a aprendizagem de Geometria Plana por aluno com transtorno do espectro autista (Síndrome de Asperger). Revista Polyphonía, 28(1), 157-174. https://doi.org/10.5216/rp.v28i1.43455
Seção
Dossiê Inclusão: todos na escola de educação básica!