Educação inclusiva: dos documentos legais à realidade escolar

  • Suzi Lane Amadeu Gussi
  • Vanderley Flor da Rosa

Resumo

O presente estudo apresenta considerações a respeito da prática da educação inclusiva com o objetivo de buscar compreender os fatores presentes no cotidiano das pessoas com deficiência nas áreas auditiva, física, intelectual e visual, a partir das categorias de educação, trabalho, autonomia e independência. Para tanto, utilizou-se a pesquisa analítica, interpretativa, bibliográfica e de campo. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas com um grupo de pessoas com deficiência residentes em uma cidade do Norte do Paraná. Os referenciais principais foram os documentos sobre a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva e a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Constatou-se que a inclusão social e escolar é um processo não consolidado, lento e gradativo, evidenciando a existência de preconceitos tanto na sociedade como na escola. Com base nos resultados desse estudo pretende-se gerar um produto educacional com vistas à instrumentalização da escola e do professor, visando dar subsídios para a construção de novas/outras lógicas de ensino inclusivo, prática que tem desafiado os espaços escolares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Suzi Lane Amadeu Gussi
Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Londrina.
Vanderley Flor da Rosa
Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Londrina.
Publicado
15-07-2016
Como Citar
Amadeu Gussi, S. L., & Rosa, V. F. da. (2016). Educação inclusiva: dos documentos legais à realidade escolar. Revista Polyphonía, 27(1), 547-553. https://doi.org/10.5216/rp.v27i1.42330
Seção
Outros Artigos