Mística ecológica para uma caminhada ecopedagógica

  • Luiz Síveres Universidade Católica de Brasília

Resumo

A mística ecológica está sendo compreendida como uma disposição vinculante de sujeitos que estão fazendo a experiência do mistério, que pode ser vivenciada na interioridade da própria pessoa, na vinculação com os outros, na conexão com o meio ambiente ou na contemplação do sagrado. A proposição deste trabalho, porém, é perceber como esta reflexão e esta prática se dariam na conectividade com a natureza, optando-se pela sua materialização por meio de um processo pedagógico que privilegia a subjetividade feminina, principalmente pelo exercício das virtudes da hospitalidade, da responsabilidade e do cuidado com o planeta. A inspiração deste texto teve como referência um comprometimento do autor com a realidade ecológica, mas que veio se apoiar no documento do Papa Francisco: Laudato Si’, que propõe o cuidado da casa comum. Além disso, uma entrevista com a poetisa Adélia Prado, da qual foram extraídas algumas epígrafes, foi de fundamental importância para a formatação desta temática. Por isso, o objetivo deste artigo é despertar para uma mística ecológica, que mediada por uma caminhada ecopedagógica, possa contribuir com o cuidado da casa comum, que é o planeta terra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Síveres, Universidade Católica de Brasília
Professor e Coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação da Universidade Católica de Brasília.
Publicado
15-07-2016
Como Citar
Síveres, L. (2016). Mística ecológica para uma caminhada ecopedagógica. Revista Polyphonía, 27(1), 221-241. https://doi.org/10.5216/rp.v27i1.42298
Seção
Dossiê Escolas Criativas