Apropriação de conceitos químicos por alunos surdos

  • Thalita Gabriela Comar Charallo
  • Reginaldo Aparecido Zara
  • Kátya Regina de Freitas

Resumo

A maioria dos estudantes surdos possui grande dificuldade na apropriação do conhecimento científico relacionado à disciplina de Química, devido à necessidade de palavras de ligação para conferirem sentido que são existentes na Língua Portuguesa mas ausentes em LIBRAS. Foi realizada, por meio de uma pesquisa descritivo-exploratória, uma análise das dificuldades vivenciadas pelos envolvidos no processo de construção e apropriação de conhecimento, nesse caso, a professora de Química, a TILS (Tradutora e Intérprete de Libras) e os alunos surdos de Ensino Médio de uma escola pública que possui Centro de Atendimento Especializado (CAES), na cidade Arapongas, localizada na região norte do estado do Paraná. Para facilitar o estabelecimento dos novos sinais e visando a concordância com outros estados da Federação, foi realizada uma compilação de sinais propostos para cada conteúdo de Química. A metodologia utilizada foi uma reunião entre os alunos, a TILS e a professora de Química para melhor compreensão de alguns termos científicos para, posteriormente, desenvolver a criação de novos sinais e a escrita dos mesmos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thalita Gabriela Comar Charallo
Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Londrina.
Reginaldo Aparecido Zara
Programa de Pós-graduação em Ensino na Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Campus de Foz do Iguaçu.
Kátya Regina de Freitas
Universidade Federal da Integração Latino-Americana.
Publicado
26-10-2015
Como Citar
Charallo, T. G. C., Zara, R. A., & Freitas, K. R. de. (2015). Apropriação de conceitos químicos por alunos surdos. Revista Polyphonía, 26(2), 299-305. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/sv/article/view/38323