Os efeitos do Pibid na formação de alunos da área da linguagem: uma reflexão amparada nas práticas de Estágio Supervisionado

  • Ana Luiza Artiaga R. da Motta Unemat
  • Valdir Silva Unemat

Resumo

Este artigo tem por objetivo produzir uma reflexão sobre o processo de normatização do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) considerando, em um primeiro momento, a posição política do Estado e o percurso sócio-histórico em que o Programa se institui, por intermédio da Capes, para os cursos de licenciaturas das universidades públicas do Brasil. Em um segundo momento, discutiremos, com base nos recortes de entrevistas de alunos e professores envolvidos direta e indiretamente com o Pibid, os efeitos de sentido dessa prática de iniciação à docência nas atividades de Estágio Supervisionado no curso de Letras, que habilita o profissional na área de Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Literatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luiza Artiaga R. da Motta, Unemat
Formada em Letras (UFMT) e doutora em Linguística (IEL/Unicamp). Professora do Curso de Letras e do Programa de Mestrado em Linguística (Unemat). Coordenadora do Pibid de Língua Portuguesa, Cáceres-MT.
Valdir Silva, Unemat
Formado em Letras (Unemat) e doutor em Linguística Aplicada (Fale/UFMG). Professor do Curso de Letras e do Programa de Mestrado em Linguística (Unemat). Coordenador do Pibid de Inglês, Cáceres -MT.
Publicado
23-10-2015
Como Citar
Motta, A. L. A. R. da, & Silva, V. (2015). Os efeitos do Pibid na formação de alunos da área da linguagem: uma reflexão amparada nas práticas de Estágio Supervisionado. Revista Polyphonía, 25(1), 145-159. https://doi.org/10.5216/rp.v25i1.38225