Contribuições do PIBID na formação de professores: uma reflexão continuada

  • Tiago Ribeiro dos Anjos UFG
  • Lais Rodrigues Pereira
  • Priscila Orlandini
  • Helka Fabbri Broggian Ozelo Universidade Federal de São Carlos, UFSCar.

Resumo

Por meio deste artigo, apresentamos algumas reflexões sobre a contribuição do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) para a formação inicial dos licenciandos da Universidade Federal de São Carlos, campus Araras. Nessa significativa passagem para o caminho de se tornar um professor, compreendemos o valor de um modelo de formação reflexiva, em que se exige, cada vez mais, a reflexão continuada sobre a própria prática. Além da formação inicial de professores e do modelo de formação reflexiva, discute-se também a oportunidade que o Programa oferece de se exercer uma postura crítica em face da racionalidade técnica existente na carreira docente. Os resultados apontam para a importância crescente da formação de professores pesquisadores com uma prática autorreflexiva de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Ribeiro dos Anjos, UFG
Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos, UFSCar.
Lais Rodrigues Pereira
Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos, UFSCar.
Priscila Orlandini
Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos, UFSCar.
Helka Fabbri Broggian Ozelo, Universidade Federal de São Carlos, UFSCar.
Professora doutora da Universidade Federal de São Carlos, UFSCar.
Publicado
23-10-2015
Como Citar
Anjos, T. R. dos, Pereira, L. R., Orlandini, P., & Ozelo, H. F. B. (2015). Contribuições do PIBID na formação de professores: uma reflexão continuada. Revista Polyphonía, 25(1), 131-143. https://doi.org/10.5216/rp.v25i1.38223