Vídeos de entretenimento: um material potencialmente significativo para o ensino de conceitos de ecologia

  • Pedro Henrique Freitas UTFPR-PG
  • Mariana A. Bologna Soares Andrade UEL-PQ

Resumo

É notável no contexto escolar que os recursos geralmente utilizados (livro didático e quadro negro) são limitados se comparados com as possibilidades fornecidas pelo uso de audiovisuais. Este trabalho trata da análise de filmes de entretenimento com o objetivo de fornecer uma aprendizagem efetiva aos alunos do Ensino Fundamental, no conteúdo de Relações Ecológicas, a partir da visão Ausubeliana da aprendizagem significativa. Cada fragmento foi analisado a fim de verificar o seu potencial significativo no Ensino de Ecologia. Foram utilizados como critérios de seleção se a cena em questão promove discussões e debates que permitam ao professor discutir conceitos de relações ecológicas, a fim de se formar gradativamente novos conhecimentos sobre o assunto. Foram levados em consideração a importância e a necessidade de se ensinar conceitos ecológicos de forma adequada ao contexto escolar, tendo em vista a função do professor de mediar e promover situações que visem a captação e construção de novos significados pelos alunos por meio de um material potencialmente significativo. Desta forma, foram selecionados fragmentos dos filmes: O rei leão, onde pode se observar as relações de competição e predatismo; Vida de inseto, que evidencia as relações de esclavagismo, parasitismo e canibalismo; Bee Movie, que apresenta as relações de sociedade e mutualismo; Procurando Nemo, que exemplifica as relações de colônia, protocooperação e comensalismo; e Moisés, por demonstrar a relação de amensalismo. Aulas elaboradas com base no processo da aprendizagem significativa, tendo como estratégia de ensino vídeos de entretenimento, são capazes de promover esta forma de aprendizagem, de modo mais eficiente que os recursos tradicionais. O uso destes filmes de entretenimento permite uma percepção dos conteúdos de ecologia, em específico, os conteúdos sobre relações ecológicas. Esses vídeos também permitem ao aluno constituir uma relação entre os conceitos escolares e os conhecimentos do cotidiano com um aspecto reflexivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
21-10-2015
Como Citar
Freitas, P. H., & Andrade, M. A. B. S. (2015). Vídeos de entretenimento: um material potencialmente significativo para o ensino de conceitos de ecologia. Revista Polyphonía, 25(2), 333-339. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/sv/article/view/38184