As apropriações ocorridas na implementação do portfólio educacional no ensino de ciências físicas e biológicas

  • Edno Mariano Santos Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Londrina.
  • Kátya Regina de Freitas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Humanas, Sociais e da Natureza da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Londrina. Docente da Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Resumo

Este trabalho investigou as possibilidades reais de construção do conhecimento por meio deuma metodologia de ensino fundamentada na aprendizagem colaborativa. Para viabilizar a investigação foi desenvolvida uma unidade didática composta de duas sequências didáticas propondo o uso do portfólio educacional, versão manual e digital, para estruturar e sistematizar o processo de construção e produção de saberes, dos conteúdos apresentados nas Diretrizes Curriculares do Estado do Paraná (2008), para o 9º ano do ensino fundamental da disciplina de Ciências Físicas e Biológicas: Leis de Kepler e o Movimento dos Planetas e Energia. A unidade foi aplicada no Colégio Estadual Professora Adélia Dionísia Barbosa – Ensino Fundamental e Médio, localizado na cidade de Londrina, região norte do estado do Paraná, com a turma do período matutino, no período de fevereiro a abril de 2014, composta por 29 alunos, sendo 11 meninas e 18 meninos. A metodologia adotada teve abordagem qualitativa combinada à técnica da observação e exploração, para evidenciar as facilidades e dificuldades de aprendizagem dos alunos. Verificou-se que ações socializadoras dos saberes em sala de aula, integradas aos princípios da aprendizagem colaborativa, envolvendo a cooperação, participação e compartilhamento potencializaram o processo de aprendizagem tornando a aquisição doconhecimento viável, prazerosa e promissora. Estes aspectos foram observados nas produções de textos, wikis, criação de jogos lúdicos e relatório escrito. Identificou-se que os momentos de conversação das atividades em grupo suscitam discussões e possibilitam uma atuação ativa dentro do processo de aprendizagem, melhorando a capacidade de argumentar, criando habilidades direcionadas à produção por autoria, refletindo positivamente na sua estruturação cognitiva. A boa interação do estudante com o professor reflete na segurança daquele em formular perguntas, encoraja a encontrar junto com os demais integrantes do grupo as possíveis respostas e facilita o processo de ressignificação constantes de construção e produção dos conhecimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
21-10-2015
Como Citar
Santos, E. M., & Freitas, K. R. de. (2015). As apropriações ocorridas na implementação do portfólio educacional no ensino de ciências físicas e biológicas. Revista Polyphonía, 25(2), 325-332. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/sv/article/view/38183