Formação de professores do AEE na APAE Goiânia – contribuições do saber filosófico para a formação ética

  • Márcia Cristina Machado Oliveira Santos Programa de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básica do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação da Universidade Federal de Goiás.
  • Almiro Schulz Fafil/UFG

Resumo

O presente projeto partiu do seguinte problema de pesquisa: de que modos os saberes filosóficos têm servido ao cotidiano profissional do professor de Atendimento Educacional Especializado, cujos alunos apresentam deficiências, para que ele ressignifique suas práticas? Propõe-se investigar os saberes filosóficos que permeiam a prática pedagógica dos professores do Atendimento Educacional Especializado na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Goiânia com o objetivo de desvelar quais deles são produzidos, ressignificados e refletidos a partir dos cursos de formação. Tomam-se por base teórica autores como Kant, Terezinha Rios, Claudio Carbonara, Kuiava, Evaldo A. Sangalli e Tardif para abordar aspectos sobre a relação entre educação e filosofia, formação docente e ética, responsabilidade da prática docente e sobre a concepção de aluno especial. A metodologia compreende estudo bibliográfico, na análise de documentos e na discussão dos dados colhidos, e pesquisa empírica (questionário) com professores. Na revisão bibliográfica constata-se indissociabilidade entre educação e ética. Os dados documentais e empíricos estão em fase de análise. Espera-se que as práticas pedagógicas criem um espaço que promova conscientização e postura ética na comunidade escolar de modo a contribuir para o saber ouvir, saber pensar e saber conviver com a diversidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Almiro Schulz, Fafil/UFG
Professor do Programa de Pós-Graduação em Ensino na Educação Básica do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação da Universidade Federal de Goiás.
Publicado
21-10-2015
Como Citar
Santos, M. C. M. O., & Schulz, A. (2015). Formação de professores do AEE na APAE Goiânia – contribuições do saber filosófico para a formação ética. Revista Polyphonía, 25(2), 303-308. Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/sv/article/view/38180