Desafios e possibilidades de pesquisar a própria prática em atividades investigativas com alunos dos anos iniciais

  • Sílvia Cristina da Costa Lobato Programa de Pós Graduação em Docência em Ciências e Matemática da Universidade Federal do Pará.
  • Elizabeth Gerhardt Manfredo Programa de Pós Graduação em Docência em Ciências e Matemática da Universidade Federal do Pará.

Resumo

Tomar a ação docente como objeto de estudos contribui para o aperfeiçoamento das práticas docentes e, assim, com o sucesso escolar dos alunos. No entanto, trabalhos de pesquisas, em sua maioria acadêmicos, têm excluído o professor do processo investigativo, desconsiderando sua autonomia e possibilidades de reflexão e ressignificação da própria prática. Como professora das séries iniciais e aluna de um programa de mestrado profissional, a primeira autora assume-se parte dessa problemática e propõe a realização de um trabalho norteado pelas seguintes questões: como realizar uma ação docente reflexiva e investigadora que possibilite o aprimoramento da própria prática e a aprendizagem dos alunos? Que desafios surgem na prática de ensinar com pesquisa? Nesses termos, a pesquisa da própria prática com suas características e finalidades próprias é um desafio que se coloca aos professores interessados em refletir sobre a qualidade de seu trabalho, ampliando sua formação profissional, contribuindo para a produção de conhecimento na área e a melhoria da educação em nosso país. A pesquisa tem o objetivo investigar a própria prática docente com alunos dos anos iniciais, visando à reflexão e ressignificação do próprio fazer como professora pesquisadora, evidenciando desafios e possibilidades nesse contexto. A abordagem qualitativa de modalidade narrativa norteia o desenvolvimento do trabalho que traz como principais referenciais teóricos o construtivismo e sociointeracionismo em educação e trabalhos de autores que discutem a ação docente como um processo de reflexão e investigação. A pesquisa encontra-se na fase de produção dos dados, junto a uma turma de 4º ano da escola onde atua a professora-autora, com registros em diário de campo, gravações de aulas e atividades dos alunos extraídos da prática de sala de aula. Tais construções descrevem e evidenciam desafios e possibilidades no trabalho desenvolvido com crianças dos anos iniciais no ensino de ciências e da língua materna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sílvia Cristina da Costa Lobato, Programa de Pós Graduação em Docência em Ciências e Matemática da Universidade Federal do Pará.
Programa de Pós Graduação em Docência em Ciências e Matemática da Universidade Federal do Pará.
Elizabeth Gerhardt Manfredo, Programa de Pós Graduação em Docência em Ciências e Matemática da Universidade Federal do Pará.
Programa de Pós Graduação em Docência em Ciências e Matemática da Universidade Federal do Pará.
Publicado
21-10-2015
Como Citar
Lobato, S. C. da C., & Manfredo, E. G. (2015). Desafios e possibilidades de pesquisar a própria prática em atividades investigativas com alunos dos anos iniciais. Revista Polyphonía, 25(2), 93-103. https://doi.org/10.5216/rp.v25i2.38153