Percepção de professores de escolas públicas do estado do Rio de Janeiro e propostas metodológicas para melhoria do processo ensino/aprendizagem em Química no ensino médio

  • Paulo Eduardo Ferreira Cardoso Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da Natureza da Universidade Federal Fluminense.
  • Lucidéa Guimarães Rebello Coutinho Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da Natureza da Universidade Federal Fluminense.
  • Maria Bernadete Pinto dos Santos Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da Natureza da Universidade Federal Fluminense.

Resumo

O presente trabalho é produto de pesquisa desenvolvida como requisito obrigatório para conclusão no Programa de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Natureza da UFF. A referida pesquisa é composta de duas partes: a primeira retrata uma avaliação da percepção das Escolas Públicas de Ensino Médio do Estado do Rio de Janeiro, no período entre o final do século XX e o início do século XXI, realizada por um grupo de professores experientes – todos com mais de vinte e cinco anos de regência efetiva e ininterrupta de classe – da rede pública de ensino. A segunda mostra como o autor, juntamente com a Equipe de Química do Colégio Liceu Nilo Peçanha, localizado no município de Niterói, RJ, vem contribuindo para a melhoria do processo ensino/aprendizagem por intermédio de utilização de estratégias articuladoras tais como: o Projeto de Alfabetização Científica para Alunos do Ensino Médio – PACAEM; o Projeto Semanas de Química do Liceu Nilo Peçanha – PROSEQUI (esses dois, em pleno desenvolvimento desde 2009); o Projeto FAPERJ/ LICEU/UFF, em desenvolvimento desde 2013, com previsão para conclusão em março de 2015 e, por último, o Projeto Urina, realizado em 2013 com as turmas regulares da terceira série do Ensino Médio. A pesquisa aponta um quadro de sucateamento atual da Escola Pública Fluminense e destaca as grandes dificuldades existentes que prejudicam o seu desenvolvimento pedagógico. O Projeto Urina é apresentado como “Produto Final do Curso”, por abranger o cotidiano dos alunos e, também, programado para ser aplicado em novas turmas de terceiras séries, durante os próximos anos. Os resultados dessas estratégias mostram-se muito positivos, e serão disponibilizados para todas as Escolas da rede estadual pela Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
09-10-2015
Como Citar
Cardoso, P. E. F., Coutinho, L. G. R., & Santos, M. B. P. dos. (2015). Percepção de professores de escolas públicas do estado do Rio de Janeiro e propostas metodológicas para melhoria do processo ensino/aprendizagem em Química no ensino médio. Revista Polyphonía, 26(1), 127-142. https://doi.org/10.5216/rp.v26i1.37985