Construção de um site como produto educacional: relações entre a pesquisa na sala de aula e a mídia digital

  • Andrea Oliveira da Fraga Goulart Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.
  • Eline Decacche-Maia Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

Resumo

A internet está presente no dia a dia de todos, direta ou indiretamente. Esta realidade pode ser aproveitada pelo professor em sala de aula, aproximando o mundo virtual da escola. Este artigo apresenta a elaboração, aplicação em sala de aula e os resultados da proposta de uma dinâmica metodológica apoiada em ações investigativas através da realização de dois roteiros de aulas de ciências no ensino fundamental. Os roteiros foram aplicados em duas escolas: Centro de Pesquisas Educacionais e no Colégio Estadual Edmundo Peralta Bernardes, ambas do interior do estado do Rio de Janeiro. A proposta tem como marco teórico a Educação pela Pesquisa e Ensino de Ciências por Investigação. Os roteiros desenvolvidos fazem uso destas metodologias com o fim de alcançar o aprendizado significativo de alguns conceitos básicos de ciências. Como produto educacional, foi elaborado um site com acervo de pesquisa auxiliar para uso na sala de aula. Com este material espera-se contemplar os alunos com mais uma fonte de pesquisa. Foi escolhido como produto educacional da dissertação a construção de um site. Esta escolha se deu a partir da observação do interesse demonstrado pelos alunos em tudo o que a internet pode oferecer. A proposta leva em conta, também, o letramento científico da população, seguindo as recomendações dos Parâmetros Curriculares Nacionais, no sentido de contribuir para uma formação cidadã da sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
09-10-2015
Como Citar
Goulart, A. O. da F., & Decacche-Maia, E. (2015). Construção de um site como produto educacional: relações entre a pesquisa na sala de aula e a mídia digital. Revista Polyphonía, 26(1), 83-98. https://doi.org/10.5216/rp.v26i1.37980