O financiamento da educação básica brasileira: os desafios da gestão dos poucos recursos nas escolas públicas

  • Nelson Cardoso Amaral UFG

Resumo

O estudo apresenta uma análise da proposta de novo PNE que consta do PL 8.035/2010, no que se refere ao eixo expansão?qualidade?financiamento. São discutidos cinco referenciais de qualidade, vinculada ao financiamento: o do MEC; do Inep; da Undime; do CAQi; e da OCDE. É examinada a desigualdade social brasileira e pode?se inferir que há um limite à expansão do setor privado, o que conduz à conclusão de que o Brasil precisa elevar o volume de recursos públicos aplicados no processo educacional como percentual do Produto Interno Bruto; apresenta?se, então, a visão da aplicação de recursos financeiros equivalentes a 10% do PIB.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nelson Cardoso Amaral, UFG
Doutor em Educação pela UNIMEP, Professor na Universidade Federal de Goiás.
Publicado
24-02-2015
Como Citar
Amaral, N. C. (2015). O financiamento da educação básica brasileira: os desafios da gestão dos poucos recursos nas escolas públicas. Revista Polyphonía, 24(1), 189-208. https://doi.org/10.5216/rp.v24i1.34132