Avanços e dificuldades na volta do ensino de Sociologia ao currículo escolar

  • Erinaldo Ferreira do Carmo UFPE

Resumo

Aborda o processo histórico de construção, declínio e retorno da Sociologia ao currículo escolar do ensino médio, contemplando a reforma educacional advinda do restabelecimento da democracia no país, o papel do professor de Sociologia na seleção e enfoque dos conteúdos para a formação do estudante secundarista e a missão daquela disciplina diante das recentes transformações políticas, econômicas e sociais que presenciamos em nosso cotidiano e que se refletem na escola. As experiências vivenciadas em sala de aula com estudantes do ensino médio e com os graduandos da licenciatura em Ciências Sociais também estão presentes neste trabalho. O retorno apresentado por estes estudantes e as informações repassadas por professores de diferentes instituições de ensino apontam os problemas atuais enfrentados nas escolas, como a fragilidade na abordagem dos conteúdos sociológicos, a insipiência da disciplina trabalhada em razão da reduzida carga horária e a ausência de professores com formação específica em Sociologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erinaldo Ferreira do Carmo, UFPE
Doutor em Ciência Política com Licenciatura Plena em Ciências Sociais. Professor de Sociologia do Colégio de Aplicação e de Prática de Ensino de Ciências Sociais na Licenciatura do Centro de Educação da UFPE.
Publicado
24-02-2015
Como Citar
Carmo, E. F. do. (2015). Avanços e dificuldades na volta do ensino de Sociologia ao currículo escolar. Revista Polyphonía, 24(1), 17-30. https://doi.org/10.5216/rp.v24i1.34122