Medéia e Joana da sala de aula

  • Nadja Karoliny Lucas de Jesus Almeida

Resumo

Resumo A leitura literária constitui-se como uma prática coletiva quando em sala de aula. Por tratar do homem em todas as suas instâncias, tal leitura põe em cena personagens que vivem em situações que podem ser experimentadas durante a leitura e/ou na vida real, tratando das diferenças, das semelhanças e dos relacionamentos entre o eu que lê, o outro que me fala (a literatura) e o mundo ao meu redor. Este trabalho, constituído pelas leituras de Medéia (Eurípedes) e de Gota d’Água (Chico Buarque e Paulo Pontes) em sala de aula, contempla análises feitas acerca do posicionamento da mulher na sociedade implicado pelos comportamentos de Medéia e de Joana em suas sociedades, que se mostraram fortes, humanas e sabedoras de seus direitos. Contempla, ainda, um rápido estudo do comportamento das mulheres na sociedade atual. Palavras-chave: leitura, literatura, identifi cação, identidade, mulheres.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
01-03-2008
Como Citar
de Jesus Almeida, N. K. L. (2008). Medéia e Joana da sala de aula. Revista Polyphonía, 18(2), 207. https://doi.org/10.5216/rp.v18i2.3412
Seção
Artigos