Práticas educativas sobre diversidade sexual no ambiente educacional: possível ou ainda uma utopia?

  • Clodoaldo Fernandes Mestrando UEG.
  • Ivonete Bueno dos Santos Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Resumo

O presente artigo, a partir de estudos de Louro (2004, 2007, 2010), Michel Foucault (2001a, 2001b), Moita Lopes (2006, 2008), dentre outros, propõe analisar, na materialidade linguístico-discursiva de alguns recortes advindos de três artigos sobre a diversidade sexual no contexto escolar, os efeitos de sentido que perpassam os seus principais pontos em comum e a recorrência de vozes que entrecruzam as práticas discursivas nesses trabalhos. Este estudo, de caráter qualitativo, de base indutiva e interpretativa, revela a necessidade de se empreenderem reflexões acerca da sexualidade no espaço escolar, a partir de práticas educativas sobre a diversidade sexual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clodoaldo Fernandes, Mestrando UEG.
Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação, Linguagens e Tecnologias da Universidade Estadual de Goiás.
Ivonete Bueno dos Santos, Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem (PPgEL), do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
Publicado
01-10-2013
Como Citar
Fernandes, C., & Santos, I. B. dos. (2013). Práticas educativas sobre diversidade sexual no ambiente educacional: possível ou ainda uma utopia?. Revista Polyphonía, 22(2). https://doi.org/10.5216/rp.v22i2.26659
Seção
Dossiê: Diversidade na Escola