A Língua Brasileira de Sinais como inclusão social dos surdos no sistema educacional

  • Leonarlley Rodrigo Silva Barbosa Professor substituto do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (Cepae), da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Resumo

Este artigo propõe uma reflexão a partir de discussões teóricas sobre a importância da Libras nos espaços educacionais como forma de inclusão social dos surdos. Será abordado como era o processo de aquisição da língua de sinais no sistema educacional para os alunos surdos com os primeiros educadores da área, suas metodologias de ensino e o impacto dentro das escolas, articulando com pesquisas atuais, explanando a importância da língua de sinais no contexto social escolar do surdo. Tem como objetivo discutir e analisar a importância e o reconhecimento da Libras dentro da escola como língua natural da comunidade surda, respeitando o ser surdo e sua forma diferente de ver e analisar o mundo. Discutir sobre a importância de a escola oferecer aos alunos e demais pessoas da comunidade escolar o ensino da Libras para uma comunicação entre ouvintes e surdos de forma inclusiva no convívio escolar, não reduzindo somente à inclusão com presença de intérpretes. A partir dessa análise, conclui-se que, para tornar possível a inclusão entre surdos e ouvinte, é necessário conhecer a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e a importância da presença de profissionais surdos no contexto escolar para que os alunos surdos tenham mais fluência de sua língua (Libras) e tenham contato com sua cultura, reconhecendo-se por meio do outro e expandindo a Libras, garantida pela Lei n. 10.436, de 24 de abril de 2002.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonarlley Rodrigo Silva Barbosa, Professor substituto do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (Cepae), da Universidade Federal de Goiás (UFG).
Professor substituto do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (Cepae), da Universidade Federal de Goiás (UFG). Pós-graduando em nível especialização em Educação para a Diversidade e Cidadania, pela Faculdade de Direito, pela mesma universidade (UFG). Proficiência no Uso e Ensino da Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
Publicado
29-11-2012
Como Citar
Barbosa, L. R. S. (2012). A Língua Brasileira de Sinais como inclusão social dos surdos no sistema educacional. Revista Polyphonía, 22(1). https://doi.org/10.5216/rp.v22i1.21216
Seção
Dossiê Inclusão escolar: olhares especiais