APRESENTAÇÃO - Polyphonía é o novo nome da Revista Solta a Voz

01-04-2009
A Revista Solta a Voz surgiu como um boletim informativo e de opinião do Colégio de Aplicação, tornando-se uma publicação semestral de caráter científico-acadêmico, dedicada a refletir sobre questões ligadas ao ensino, à pesquisa e à extensão no nível básico. Atento às demandas criadas por nossa condição de centro não só de ensino mas também de pesquisa e extensão, o conselho editorial da revista Solta a Voz decidiu propor mudanças no formato dessa publicação com o objetivo de adequar-se às expectativas desse novo momento. As mudanças se iniciaram com sua organização em dossiês temáticos, agora apresentamos um novo projeto gráfico e uma nova nomeação. A escolha do nome foi inspirada em sua referência à música. Polifonia significa um conjunto simultâneo de vários sons ou de uma sucessão combinada de sons tendo uma individualidade própria. O conceito de polifonia se opõe ao de monodia, canto ou melodia em uníssono, composição para uma única voz ou para uma única parte. Apesar da etimologia, várias vozes em uníssono não faz parte da polifonia. A palavra polifonia carrega as mudanças de cada época. Interessa-nos trazer principalmente o sentido de polifonia tal como se apresenta no quadro da música clássica em que implica não apenas a presença de várias partes diferentes, mas ainda que essas partes sejam de importância igual e que elas evoluam individualmente por jogos de contraponto – a arte de compor música em duas ou mais partes. O significado de polifonia referido à música traduz a linha editorial que orienta este periódico: acolher as várias perspectivas que constituem a formação de alunos, futuros professores e pesquisadores atribuindo-lhes importância equivalente, sem que se diluam numa homogeneização e sem que se apague sua singularidade. Por fim, Polyphonía guarda uma referência à ‘voz’, termo que por mais de duas décadas nos acompanhou e reverberou em nossas elaborações escritas e de nossos interlocutores publicadas na revista Solta a Voz. Os Editores