Sobre a Revista

Foco e Escopo

Signos Geográficos - Boletim NEPEG de Ensino de Geografia é uma publicação de fluxo contínuo do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação Geográfica (NEPEG) vinculada ao Instituto de Estudos Socioambientais (IESA) e ao Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGeo) do IESA, da Universidade Federal de Goiás (UFG). Tem como objetivo a difusão de conhecimentos sobre Ensino de Geografia por meio da publicação de ensaios teóricos e artigos científicos resultantes de investigações de pesquisadores a fim de contribuir com as discussões desta temática e, assim, fomentar o desenvolvimento da Geografia Escolar. Temas relevantes como formação de professores, ensino-aprendizagem, cartografia escolar, políticas públicas para a educação geográfica, conteúdos geográficos no ensino, entre outros, são encontrados com frequência no Signos Geográficos - Boletim NEPEG de Ensino de Geografia.

Missão

Difundir conhecimento sobre o ensino de Geografia por meio da publicação de artigos científicos e ensaios teóricos de pesquisadores de instituições científicas de reconhecido mérito técnico-acadêmico, com o propósito de contribuir com o debate sobre temas ligados ao ensino e aprendizagem, à formação de professores, entre outros.

Compromisso Ético

O Signos Geográficos - Boletim NEPEG de Ensino de Geografia compromete-se com o comportamento ético em todas as etapas do processo editorial. Práticas de plágio, difamação, violação de direitos autorais não serão permitidos. O Conselho Editorial compromete-se com a impessoalidade, a transparência e a confidencialidade nas avaliações, preservando o direito de avaliadores, de autores e das instituições envolvidas no processo editorial. Utilizamos, no processo de edição, o software Plágios - Detector de plágio personal versão 2.3.4

Comprometemo-nos com os princípios éticos do COPE (Committee on Publication Ethics) descritos em http://publicationethics.org/.

Processo de Avaliação pelos Pares


Para submissão de artigos no Signos Geográficos - Boletim NEPEG de Ensino de Geografia é necessário que seja realizado um cadastro, com o propósito de facilitar o contato entre o conselho editorial e os autores. Quando o arquivo é submetido, o sistema emite um e-mail ao autor correspondente, informando sobre a submissão do manuscrito. O processo editorial é iniciado com a conferência das normas de submissão. Se o texto estiver fora das normas será devolvido para adequação. Assim, para agilizar o processo editorial, recomenda-se aos autores que encaminhem os seus manuscritos, rigorosamente, de acordo com as normas da revista.
Os artigos originais que estiverem em conformidade com as normas disponíveis em Diretrizes para autores serão avaliados pelo Conselho Editorial. Havendo correções será informado ao autor e este, por sua vez, terá o prazo máximo de 15 dias para fazer as devidas adequações para ser encaminhado para nova avaliação de mérito. Toda devolução de trabalhos será acompanhada de justificativa consubstanciada. Os trabalhos aprovados pelo Conselho Editorial terão seu mérito técnico-científico avaliado por dois ou três especialistas no assunto, aqui denominados Consultores ad hoc, que farão a avaliação cega dos artigos. Todos os pesquisadores e professores vinculados ao Signos Geográficos - Boletim NEPEG de Ensino de Geografia possuem o título de doutorado e vínculo com as respectivas áreas de avaliação.
A fim de preservar a credibilidade e, ao mesmo tempo, evitar algum constrangimento, o Conselho Editorial solicita aos consultores que, antes de iniciarem a análise de um manuscrito, considerem a possibilidade de que a análise deste leve a um conflito de interesse. Algumas das situações que caracterizam o conflito de interesse são: colaboração regular com os possíveis autores em atividades de pesquisa (ex.: publicações), relação orientador/orientado(a), interesse comercial na publicação, relação familiar, participação no estudo ou qualquer relação que possa representar algum impedimento para um parecer neutro e que realmente avalie a qualidade do arquivo analisado. Nestes casos, solicita-se ao Consultor a imediata devolução do manuscrito, comunicando sobre a impossibilidade de analisá-lo.
Cada Consultor ad hoc manifestar-se-á, em seu parecer, por meio de uma das seguintes opções: I) recomenda sem restrições; II) Recomendado com pequenas revisões, sem necessidade de retornar para novo parecer; III) recomenda com revisões substanciais, havendo necessidade de novo parecer; IV) não recomenda. O Consultor ad hoc tem inteira liberdade para, em seu parecer, ou no próprio texto do manuscrito, propor alterações, corrigir, suprimir ou acrescentar trechos e seções, apontar descrições ambíguas, redundantes, incoerentes ou uso indevido de terminologias e conceitos etc. A decisão sobre o aceite ou rejeição do trabalho para publicação baseia-se, fundamentalmente, na recomendação dos Consultores ad hoc.
Após receber a avaliação pelos membros do conselho ad hoc, o conselho Editorial enviará o parecer e se necessário o artigo com as marcações realizadas pelos consultores. Em caso de um parecer favorável à publicação e outro contra, o texto é enviado para um terceiro membro do conselho. Havendo predominância de pareceres desfavoráveis, o trabalho será devolvido aos autores. Sob predominância de pareceres favoráveis, o(os) autor(es) será(ão) comunicados sobre a decisão editorial. Tal aceitação, contudo, fica condicionada ao atendimento ou justificativa fundamentada às recomendações de natureza técnica ou editorial apresentadas.
Nesse processo de correção do manuscrito podem ser exigidas dos autores várias correções, e a publicação final só acontecerá quando todas as alterações forem cumpridas satisfatoriamente. Caso não concordem com as correções solicitadas os autores devem, então, preparar justificativa escrita, tecnicamente fundamentada, a ser enviada junto com a versão reformulada do trabalho. Tal encaminhamento deve ser feito no prazo estabelecido pelos editores, isto é, entre quinze e trinta dias, conforme o nível de ajustes a serem providenciados. Caso contrário, o trabalho será excluído da fila de publicação. Havendo justificativas, estas serão analisadas pelos editores, que podem encaminhá-las para análise aos respectivos Consultores. Se as sugestões editoriais e de conteúdo forem devidamente incorporadas ao texto ou justificadas, o trabalho é definitivamente aceito para publicação, passando-se à etapa de composição gráfica e diagramação. Nessa etapa, pode ser solicitado ao autor(es) informações para inclusão no texto e o envio de imagens em melhor resolução.
Durante todo o processo de avaliação, os autores podem entrar em contato com a equipe editorial para solucionar quaisquer dúvidas que possam surgir sobre o processo.
 

Periodicidade

Fluxo Contínuo

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Responsabilidade pelos conteúdos publicados

Os conteúdos publicados são de inteira e exclusiva responsabilidade de seus autores, ainda que reservado aos editores o direito de proceder a ajustes textuais e de adequação às normas da publicação no Signos Geográficos - Boletim NEPEG de Ensino de Geografia.

Co-autoria

Os artigos submetidos, salvo casos excepcionais, devem conter autoria de, no máximo, 3 autores. A co-autoria implica em participação em todas as fases da produção (coleta e interpretação de dados, análise literária, redação e revisão etc.). Recomenda-se que o primeiro autor seja aquele com maior participação efetiva nas diferentes fases do trabalho. No momento da submissão, solicita-se a Declaração de Contribuição Individual em caso de artigos com dois ou três autores.