[1]
G. A. de Araujo e A. L. dos S. Agostinho, “Nativização e manutenção de acento oxítono em Português”, Signótica, vol. 21, nº 2, p. 305-340, mar. 2010.