O paradoxo aplicado

  • Alexandre Costa
  • João Wanderley Geraldi

Resumo

Neste artigo discutimos a negação da centralidade da epistemologia lingüística
pelo discurso disciplinar da Lingüística Aplicada. Pretendemos mostrar que
sua tentativa de autodefinição por meio da ênfase em suas relações transdisciplinares
apaga sistematicamente sua base epistemológica estável, conformando
uma negação positiva da Lingüística em favor da afirmação das
demandas aplicadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
17-09-2007
Como Citar
Costa, A., & Geraldi, J. (2007). O paradoxo aplicado. Signótica, 19(2), 157-176. https://doi.org/10.5216/sig.v19i2.7465
Seção
Artigo