Arte, crítica e sociedade em Georg Lukács e Theodor Adorno

Palavras-chave: Teoria estética, Georg Lukács, Theodor Adorno., Crítica marxista

Resumo

A proposta deste estudo é analisar as linhas gerais das teorias estéticas de Georg Lukács e Theodor Adorno. O objetivo é demonstrar que, apesar de se enquadrarem de modos bastante diversos na tradição da crítica marxista, suas perspectivas convergem em pontos fundamentais. Para isso, três pontos de discussão serão abordados: a questão da ontologia em suas teorias, suas concepções de obra de arte e a maneira segundo a qual compreendem a arte vanguardista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alex Alves Fogal, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil.

Professor de literatura brasileira no CEFET- MG, mestre e doutor em literatura brasileira pela UFMG.

Referências

ADORNO, Theodor W. Notas de Literatura I. Tradução: Jorge de Almeida. São Paulo: Duas Cidades: Ed. 34, 2003.

______. Teoria Estética. Lisboa: Edições 70, 2011.

BÜRGUER, Peter. Teoria da Vanguarda. Tradução: José Pedro Antunes. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

COTRIM, Ana. Literatura e Realismo em György Lukács. Porto Alegre: Zouk, 2016.

FREDERICO, Celso. Cotidiano e arte em Lukács. Revista estudos avançados, Rio de Janeiro, v. 40, n. 14, 2000.

LUKÁCS, Georg. Arte e Sociedade: escritos estéticos. Organização e tradução: Carlos Nelson Coutinho e José Paulo Netto. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2009.

______. Estética. Tradução: Manuel Sacristan. Barcelona; México: Ediciones Grijalbo S.A, 1966.

______. Problemas del realismo. Tradução: Carlos Gerhard. México; Bueno Aires: Fondo de Cultura Económica, 1966.

______. Sobre a particularidade como categoria da estética. Tradução: Carlos Nelson Coutinho e Leandro Konder. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1970.

MACHADO, Carlos Eduardo Jordão. Um capítulo da história da modernidade estética: Debate sobre o Expressionismo.São Paulo: Ed. Unesp, 2016.

SAFATLE, Vladimir. Theodor Adorno: a unidade de uma experiência filosófica plural. In: ALMEIDA, Jorge de; BADER, Wolfgang (Org.). Pensamento alemão no século XX. São Paulo: Cosac Naify, 2009. v. 1.

TERTULIAN, Nicolas. Lukács e seus contemporâneos. Tradução: Pedro Campos Araújo Corgozinho. São Paulo: Perspectiva, 2016.

Publicado
09-04-2019
Como Citar
Fogal, A. (2019). Arte, crítica e sociedade em Georg Lukács e Theodor Adorno. Signótica, 31. https://doi.org/10.5216/sig.v31.54772
Seção
Dossiê