Diversidade como cânone: estudos literários em português

Autores

  • Ida Alves Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v29i1.44918

Palavras-chave:

Ensino das literaturas de Língua Portuguesa. Cânone. Interculturalidade. BNCC – MEC. Literatura Portuguesa.

Resumo

A partir da divulgação da primeira versão da Base Nacional Comum Curricular, publicada pelo Ministério de Educação (MEC) em setembro de 2015, e sua segunda versão, em abril de 2016, desenvolve-se neste texto reflexão crítica sobre como os estudos literários em português são indicados nesse documento, sua presença e importância no ensino básico e médio brasileiro, com ausência de um projeto realmente amplo e mais efetivo de interculturalidade literária. O tratamento dado, nessa Base, à literatura portuguesa na formação literária plural de jovens leitores brasileiros e a importância da diversidade como cânone na compreensão contemporânea das literaturas de língua portuguesa e seu ensino são temas tratados neste trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ida Alves, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil

Professora Titular (Classe E) de Literatura Portuguesa do Instituto de Letras - Universidade Federal Fluminense.Concluiu o doutorado em Letras (Letras Vernáculas - Literatura Portuguesa - Estudos de Poesia) na Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2000. Pós-Doutorado na PUC-MG, de 03/2005 a 03/2006 (sup. Profa. Dra. Lelia Parreira Duarte). Pós-Doutorado na Université Sorbonne-Nouvelle - Paris III, de 10/2011 a 03/2012 (bolsa CAPES - Estágio Pós-Doutoral - Sup. Prof. Dr. Michel Collot). Diretora do Instituto de Letras a partir de 16/07/2015 (gestão 2015-2019). Foi Chefe do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas - períodos 2006/ 2008 e 2008/2010. Lidera, com a Profa. Dra. Celia Pedrosa, o grupo de pesquisa "Poesia e Contemporaneidade", sediado na UFF. Também lidera o grupo de pesquisa "Estudos de Paisagem nas literaturas de língua Portuguesa", com a Profa. Dra. Marcia Manir, da Universidade Federal do Maranhão. Membro de grupo de pesquisa sediado no Real Gabinete Português de Leitura , RJ: "Polo de Pesquisas Luso-Brasileiras", atuando como Coordenadora de Pesquisa. Integrou a direção da ABRAPLIP (Associação Brasileira de Professores de Literatura Portuguesa) no biênio 2003-2005). Integrou a equipe de pesquisa brasileira no âmbito do projeto "Poéticas da modernidade e da contemporaneidade: subjetividades e identidades em devir" (CAPES - GRICES ) com a Universidade do Porto, Portugal, no período de 2005 a 2008. Coordenou a equipe de pesquisa brasileira no âmbito do projeto "Crítica, Poesia e Contemporaneidade no Brasil e em Portugal: Tendências e Questões" (CAPEs-FCT) com a Universidade Nova de Lisboa, no período 2013-2015. Integra o grupo de pesquisa internacional LYRA, sobre poesia contemporânea, sediado no Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa - Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Portugal. De julho de 2010 a julho de 2012, integrou a Direção da ANPOLL (Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Letras e Linguística), como Tesoureira. Atua na área de Letras, com ênfase em Literatura Portuguesa, principalmente com pesquisas sobre a poesia portuguesa moderna e contemporânea. Tem livros organizados e coorganizados sobre poesia portuguesa moderna e contemporânea e poesia brasileira em diálogos críticos, capítulos de livros, diversos artigos publicados em periódicos qualificados nacionais e internacionais, e trabalhos em anais de congressos nacionais e internacionais. Atua no Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura, da UFF, com orientações de mestrado e doutorado, além de supervisão de pós-doutorado.Linhas de pesquisa. Literatura, teoria e crítica literária; Literatura, história e cultura. Desde 2008, pesquisadora 2 do CNPq. Coordenadora Adjunta de Área Letras - CAPES - período 2014-2016. Coeditora das Revistas Abril NEPA UFF e Cadernos de Letras da UFF. Os termos mais freqüentes na contextualização de sua produção científica são: poesia portuguesa moderna e contemporânea, crítica de poesia, literatura portuguesa, relações luso-brasileiras, estudos de paisagem. Email para contato: idalves@vm.uff.br (28/07/2006)

Downloads

Publicado

2017-06-13

Como Citar

ALVES, I. Diversidade como cânone: estudos literários em português. Signótica, Goiânia, v. 29, n. 1, p. 112–126, 2017. DOI: 10.5216/sig.v29i1.44918. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/sig/article/view/44918. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Seção Temática