Os trovadores ibéricos e as tensões sociais: enfrentamentos internobiliárquicos (séculos XIII e XIV)

José D'Assunção Barros

Resumo


O objeto deste artigo é discutir as tensões sociais nas sociedades medievais ibéricas dos séculos XIII e XIV – mais particularmente no que se refere às tensões envolvendo a religiosidade e a Igreja propriamente dita – percebidas a partir da poesia e práticas trovadorescas do período. Dentro do contexto histórico da centralização régia do período medieval, o texto analisa algumas cantigas trovadorescas galego-portuguesas nas quais podem ser vistas as tensões sociais entre trovadores oriundos de diferentes categorias sociais, e também envolvendo trovadores em oposição ao rei.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5216/sig.v23i1.16146

Creative Commons License

 

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br

Visitantes: contador de visitas

INDEXAÇÕES E BASES BIBLIOGRÁFICAS

 

 

 

EBSCO


<JURN

LATINDEX

DIADORIM IBICT

PORTAL DE PERIÓDICOS DA CAPES

DIALNET

 

Apoio:

PRPG/UFG e CEGRAF/UFG

Associado a: