Au temps du fleuve Amour: uma travessia pela língua do desejo

Autores

  • Claudia Maria Pereira de Almeida

DOI:

https://doi.org/10.5216/sig.v22i1.12699

Resumo

Na obra de Andreï Makine, os temas do desenraizamento e da busca peloOcidente como espaço possível de liberdade são recorrentes. No livro Autemps du fleuve Amour, a influência do cinema, na construção da subjetividade,e o fascínio despertado pela língua francesa são elementos ficcionais quecontribuem decisivamente para a criação de uma França simbólica e para osurgimento do desejo de exílio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-16

Como Citar

ALMEIDA, C. M. P. de. Au temps du fleuve Amour: uma travessia pela língua do desejo. Signótica, Goiânia, v. 22, n. 1, p. 19–38, 2010. DOI: 10.5216/sig.v22i1.12699. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/sig/article/view/12699. Acesso em: 18 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigo