Apresentação

Autores

  • Marcela Costa de Almeida Silva Universidade Federal de Jataí (UFJ), Jataí, Goias, Brasil. marcelacosta@discente.ufj.edu.br https://orcid.org/0000-0001-5211-055X
  • Aridiane Alves Ribeiro Universidade Federal de Jataí (UFJ), Jataí, Goias, Brasil. aridiane@ufj.edu.br

Resumo

Testemunharemos em dois meses (novembro de 2021), o inacreditável aniversário de dois anos da atual pandemia. Período de mortes, de vários tipos de adoecimentos, medo e angústia, que modifica cada vez mais a realidade “normal” dos tempos modernos. Para além do desastre sanitário mundial que o microscópico novo coronavírus tem causado, a humanidade sofre pelos impactos econômicos inerentes à pandemia e exacerbados por decisões políticas controversas. Temos como consequência o aprofundamento das iniquidades sociais entre diferentes grupos populacionais em um país e entre as nações.

Com o avanço da pandemia, a retomada de aulas práticas presenciais por estudantes da área saúde, especialmente da medicina se faz premente. Esta necessidade é acompanhada de questionamentos elementares. Quando? Onde? Como?  São questões, cujas respostas devem ser, primordialmente, cientifica e tecnicamente embasadas. Dessa forma, é possível o planejamento de atividades presenciais seguras nos cenários de prática, seja no âmbito da universidade ou dos serviços de saúde. É partir deste contexto que este dossiê foi elaborado.

Acreditamos que as discussões aqui trazidas colaboram diretamente para reflexões e processos decisórios no que tange à retomada de atividades práticas na universidade. Esperançosas e esperançosos por um retorno seguro, democrático, solidário, coerente e acolhedor à universidade, convidamos você, leitora e leitor, a ler e compartilhar a coletânea de artigos deste dossiê.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcela Costa de Almeida Silva, Universidade Federal de Jataí (UFJ), Jataí, Goias, Brasil. marcelacosta@discente.ufj.edu.br

Acadêmica de Medicina na Universidade Federal Jataí, ingresso em 2018/2. Aluna de Iniciação Científica (PIVIC) do projeto EU QUERO com os planos de trabalho:  'Atenção à saúde da criança na atenção básica a partir da percepção das mães" e "Indicadores de saúde materna e infantil do período dos 1000 dias de vida em Jataí, Goiás" (2019/2021). Presidente do Centro Acadêmico de Medicina de Jataí (CAMEJ) (2021)  e vice-presidente da Liga Acadêmica de Telemedicina e Telessaúde (MEDTECH), ciclo 2020/2021. Atuação no projeto de extensão Canal Medicina UFJ e projeto Anatech, na categoria PROVEC. 2° lugar no I Desafio de Inovação da UFJ - com o projeto "Atlas de Histologia". 
Email: marcelacosta@discente.ufj.edu.br - Currículo Lattes

 

Aridiane Alves Ribeiro, Universidade Federal de Jataí (UFJ), Jataí, Goias, Brasil. aridiane@ufj.edu.br

Possui Pós-Doutorado pela Universidade de Southampton, Reino Unido. Realizou Doutorado Sanduíche pela Escola de Saúde Pública e Política Social da Faculdade de Desenvolvimento Social da Universidade de Victoria, British Columbia, Canadá e pelo Programa Interunidades de Doutoramento em Enfermagem da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da USP. Realizou Mestrado pelo Programa de Pós- Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de São Carlos - UFSCar. É graduada em Enfermagem pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS. Atualmente, é Docente Adjunta da Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí, onde ministra aulas na área de Saúde Coletiva no Curso de Medicina. Atualmente é coordenadora de grupo do PET - Saúde/Interprofissionalidade. 

Downloads

Publicado

2021-10-23

Como Citar

COSTA DE ALMEIDA SILVA, M.; ALVES RIBEIRO, A. Apresentação. Itinerarius Reflectionis, Goiânia, v. 17, n. 3, p. 05–07, 2021. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/rir/article/view/70540. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Educação Médica e Tensões Educacionais