Prazo das inscrições: Chamada para o Dossiê: O Ensino de Filosofia e Sociologia na Educação Profissional, até 31/10/2020

12-03-2020

DOSSIÊ: O Ensino de Filosofia e Sociologia na Educação Profissional

Organizadores: Dr. Gustavo L. H. Pinto (IFG) e Dr. Marcos A. Spiess (IFG)

 

No pêndulo da história educacional brasileira, a manutenção do ensino de Filosofia e Sociologia nos currículos escolares do ensino médio sempre foi alvo de questionamentos. Retiradas dos currículos escolares no período da ditatura civil-militar, essas disciplinas conquistaram espaços em 2008, com a Lei nº 11.684, que tornou obrigatório o ensino de Filosofia e Sociologia em todos os anos do ensino médio, fato que registra as idas e vindas destas disciplinas no quadro da educação básica ao longo do século XX e XXI, que se tornaram disciplinas ora obrigatórias ora escamoteadas do ciclo escolar. Nesse mesmo período, a educação profissional brasileira passou por significativas transformações, especialmente com a instituição da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica a partir da Lei nº 11.892/2008. Não obstante esses movimentos concomitantes, alguns concebem a Educação Profissional, vinculada à educação técnica e tecnológica, como contrária ao ensino de Filosofia e Sociologia. Exemplo dessa concepção pode ser identificado na mais recente Reforma do Ensino Médio, instituída pela Lei 13.415 de 16 de fevereiro 2017, que novamente pôs em questão a permanência da obrigatoriedade dessas disciplinas no currículo da educação básica. Por outro lado, para outros grupos específicos do campo educacional essas disciplinas estão associadas a uma educação humana e omnilateral, característica que marcou o projeto político-pedagógico dos Institutos Federais. A partir disso, esse Dossiê tem por objetivo reunir trabalhos que abordem diferentes perspectivas sobre as relações entre o ensino de Filosofia e Sociologia e a Educação Profissional nos seus mais variados níveis. O intuito é perceber as formas, os lugares e os sentidos conferidos ao ensino dessas disciplinas no interior da educação técnica, científica e tecnológica. A construção do campo educacional, as disputas políticas e ideológicas e as escolas de pensamento que estabelecem a trajetória disciplinar da Filosofia e Sociologia na Educação Básica são também de interesse. Serão bem-vindos artigos, ensaios, relatos de experiências, entrevistas e resenhas* que discutam teórica, metodológica, histórica e/ou politicamente o ensino de Filosofia e Sociologia na Educação Profissional, apontando as diferentes formas com que elas conseguiram se manter nos currículos e a sua importância para a formação humana.