A sereiazinha surda: uma adaptação literária

  • Kátia Nascimento Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil
Palavras-chave: Literatura surda, Andersen, Adaptação literária

Resumo

Este artigo descreve o processo de adaptação do conto “A Sereiazinha” de Andersen, em conformidade com a proposta de ajustá-lo ao contexto da cultura surda. O principal objetivo desta pesquisa foi o de experienciar o processo de adaptação literária, para melhor compreendê-lo. Procurou-se também colaborar para a ampliação do acervo da Literatura Surda, que ainda se apresenta muito reduzido, com a produção de um novo texto. As principais referências teóricas foram Carvalho, Huston e Karnopp. A metodologia embasou-se nesse referencial teórico e na análise de outras obras anteriormente adaptadas para a Cultura Surda. Ao final, concluiu-se que novas produções de Literatura Surda, assim como sua propagação, favorecem o reconhecimento dos surdos como um grupo cultural com identidade própria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kátia Nascimento, Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, Goiás, Brasil

Pós Graduação em Educação Especial na Perspectiva do AEE-Faculdade Delta; Graduações: Licenciatura em Biologia-Universidade Estadual Vale do Acaraú; Licenciatura Plena em Pedagogia- Universidade Estadual Vale do Acaraú; Licenciatura em Letras-Libras-Universidade Federal de Goiás.

Referências

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fadas. Trad. Arlene Caetano. 16ª Ed. Rio de Janeiro: Paz e terra, 2002.< https://docero.com.br/doc/xv8cs>. Acesso em : 03 jul. 2018.

BISOL, C. Tibi e Joca: uma história de dois mundos. Porto Alegre - RS: Mercado Aberto, 2001.

CARVALHO, D. B. A. de. A adaptação literária para crianças e jovens: Robson Crusoé no Brasil. Porto Alegre: PUCRS, set/2006. Disponível em: <http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2118>. Acesso em: 03 jul. 2018.

COELHO, Nelly Novais. O conto de fadas: símbolos – mitos – arquétipos. 2ª ed. São Paulo: Paulinas, 2009.

CORSO, D. L.; CORSO, M.. Fadas no divã: psicanálise nas Histórias Infantis. Disponível em: <http://politicaedireito.org/br/wp-content/uploads/2017/02/Fadas-no-Diva-Psicanalise-Nas-Diana-Lichtenstein-1.pdf> Acesso em: 25 jun 2018.

GENETTE, Gerrard. Palimpsestos: a literatura de segunda mão. Belo Horizonte ? MG: Viva voz, 2010. Disponível em: <http://paginapessoal.utfpr.edu.br/cantarin/literatura-e-m-meios-digitais-ppgel/11-de-abril/Palimpsestos%20-G.%20Genette-%20em%20portugues.pdf/at_dow

nload/file>. Acesso em: 04 jul. 2018.

HESSEL, C.; KARNOPP, L.; ROSA, F. Cinderela surda. 2ª ed. Canoas - RS: Ulbra, 2007.

HUSTON, Nancy. A espécie fabuladora: um breve estudo sobre a humanidade. Trad.Ilama Heineberg. Porto Alegre, RS: L&PM. 2010.

LIMA, L. C. Mimesis e a reflexão contemporânea. Org. Luiz Costa Lima. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2010.

KARNOPP, L. Literatura surda. Florianópolis: UFSC, 2008. Disponível em: <http://www.libras.ufsc.br/colecaoLetrasLibras/eixoFormacaoEspecifica/literaturaVisual/assets/369/Literatura_Surda_Texto-Base.pdf>. Acesso em: 17 jul 2018.

MACHADO, A. M. Contos de fadas : de Perraut, Grim, Andersen e outros. Trad. Maria Luiza X. de A. Borges, Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

OLIVEIRA, V. B. M. B. de. A representação da criança nos contos de Hans Christian Andersen: o desvelar de um paradigma. Disponível em: <http://www.ple.uem.br/defesas/pdf/vbmboliveira.pdf> Acesso em: 02 out. 2018.

PEIXOTO, J. A.; PEIXOTO, R. L.; ALBUQUERQUE, K. M. C.; SOUSA, L. J. G. de; GUIMARÃES, P. N. Tradução de obras literárias para a Libras: uma tradicão cultural necessária na comunidade surda. XIV ENEX, UFPB, 2013. Disponível em: <http://www.prac.ufpb.br/enex/trabalhos/2CCHLADLVPROBEX2013519.pdf>. Acesso em: 17 jul 2018.

PINTO, J. S. Texto literário e formação crítica do aluno. Revista Eventos Pedagógicos v.3, n.1, Número Especial, p. 447 – 454, Abr. 2012. Disponível em: . Acesso em: 02 out. 2018.

ROCHA, Ruth. Odisseia. 2ª ed. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2000.

ROSA, F.; KARNOPP, L. Patinho surdo. Ilustrações de Maristela Alano. Canoas - RS: ULBRA, 2005.

STROBEL. Karin. As imagens do outro sobre a cultura surda. Florianópolis, SC: UFSC. 2008.

STROBEL, K. História da educação de surdos. Florianópolis: 2009. Disponível em: <http://www.libras.ufsc.br/colecaoLetrasLibras/eixoFormacaoEspecifica/historiaDaEducacaoDeSurdos/assets/258/TextoBase_HistoriaEducacaoSurdos.pdf>. Acesso em: 10 jul 2018.

TATAR, M. Contos de fadas: edição comentada e ilustrada. 2002. Trad. Maria Luiza X. de A. Borges, Rio de Janeiro: Zahar, 2004. Disponível em: <https://docero.com.br/doc/x8n0s> Acesso em: 11 jul 2018.

Publicado
19-09-2019
Como Citar
Nascimento, K. (2019). A sereiazinha surda: uma adaptação literária. Revista Sinalizar, 4. https://doi.org/10.5216/rs.v4.56361
Seção
Artigos