Pesquisa-formação sobre fake news numa perspectiva crítica: discurso anticiência

Autores

  • Lucinalva de Almeida Silva Universidade de Pernambuco (UPE), Campus Petrolina, Petrolina, Pernambuco, Brasil, lucinalvalmeidasilva@hotmail.com https://orcid.org/0000-0002-0389-5335
  • Marcelo Silva de Souza Ribeiro Universidade de Pernambuco (UPE), Campus Petrolina, Petrolina, Pernambuco, Brasil, mribeiro27@gmail.com https://orcid.org/0000-0003-1196-7383

DOI:

https://doi.org/10.5216/revufg.v20.65944

Resumo

Resumo

Objetivamos neste escrito apresentar um recorte acerca de uma pesquisa-formação que tematizou a questão da fake news e da desinformação desenvolvida com um grupo de doze professoras dos anos finais/Ensino Fundamental no município de Afrânio-PE. Para tanto fizemos um recorte da pesquisa maior, discutindo um dos seis encontros. Embasamo-nos numa perspectiva crítica que dialogou com Freire (1996), Santaella (2019) e Valente (2019). A pesquisa traz a abordagem qualitativa interpretativa, do tipo pesquisa-formação. Como dispositivos recorreu-se a entrevista coletiva, a partir de técnicas grupais. Inferiu-se que o encontro descrito evidenciou a importância de se desenvolver a consciência crítica e participativa nos docentes e discentes visando o enfrentamento a pós verdade,  “fake newse comunicação saudável, unindo educação crítica ao diálogo, indo assim de encontro ao discurso anticiência gradualmente, pois o processo é paulatino e exige planejamento e ações sincronizadas.

Palavras-chave: Anticiência. Fake news. Formação. Professor. Tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucinalva de Almeida Silva, Universidade de Pernambuco (UPE), Campus Petrolina, Petrolina, Pernambuco, Brasil, lucinalvalmeidasilva@hotmail.com

Mestranda em Educação no Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares PPGFPPI, na Universidade de Pernambuco, Campus Petrolina – PE. Especialista em: Metodologia do Ensino de Língua Inglesa (INTA), Educação Contemporaneidade e Novas Tecnologias (UNIVASF), Gestão e Coordenação (UPE) e em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira (ÚNICA). Graduada em: Inglês (UPE), Letras (UNINTER) e em Pedagogia (UNICESUMAR). Integrante do grupo de pesquisa Laboratório de Estudos e Práticas  em Pesquisa-Formação LEPPF – Univasf, integrado ao Grupo de Pesquisa em Currículo e Formação, vinculado (FORMACCE-UFBA). Professora permanente da Educação Básica/Secretaria de Educação de Afrânio-PE (Escola Municipal Clementino Coelho.

Marcelo Silva de Souza Ribeiro, Universidade de Pernambuco (UPE), Campus Petrolina, Petrolina, Pernambuco, Brasil, mribeiro27@gmail.com

Possui graduação em Psicologia pelo Centro de Ensino Superior de Maceió (1994), Especialização em Educação Especial (UFAL/1994) e Educação a Distância (SENAC – AL/2011), Especialização em Produção de Mídias para Educação Online (UFBA/2018), Mestrado em Educação em Pesquisa - Université du Québec (2003) e doutorado em Ciências da Educação - Université du Québec à Chicoutimi / Université du Québec à Montréal (2013). Pós doutor em Educação - UFBA, Departamento de Educação, vincluado ao grupo de pesquisa FORMACCE, tendo como orientador o prof. Roberto Sidnei Macedo. 
Professor adjunto da Universidade Federal do Vale do São Francisco, lotado no Colegiado de Psicologia, professor do Mestrado em Psicologia (Univasf), professor programa de Mestrado em Formação Docente da Universidade de Pernambuco – UPE (Campus Petrolina) e editor da Revista de Educação do Vale do São Francisco – Revasf. Coordena o projeto de pesquisa, “A relação das crianças com os seus pais o lugar da brincadeira”; em cooperação internacional com a Université du Québec à Trois Riviéres (UQTR). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Psicologia Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: infância, novas tecnologias, processos inclusivos e formação profissional.
ORCID: http://orcid.org/0000-0003-1196-7383
ResearcherID: W-2109-2017
E-mail: mribeiro27@gmail.com

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

SILVA, L. de A.; RIBEIRO, M. S. de S. . Pesquisa-formação sobre fake news numa perspectiva crítica: discurso anticiência. Revista UFG, Goiânia, v. 20, n. 26, 2020. DOI: 10.5216/revufg.v20.65944. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/65944. Acesso em: 27 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: o discurso anti-ciência nas redes sociais na internet