O projeto de extensão Unati-Assis em perspectiva: trajetória, desenvolvimento e ações

Autores

  • Kátia Rodrigues Mello Miranda Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Assis, São Paulo, Brasil, katia.mello@unesp.br https://orcid.org/0000-0002-2041-9795
  • Laura Pagnan Condini Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Assis, São Paulo, Brasil, laurapcondini@gmail.com https://orcid.org/0000-0003-2510-954X
  • Joyce Máximo de Almeida Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Assis, São Paulo, Brasil, jmaximoalmeida96@gmail.com https://orcid.org/0000-0002-5823-7452

DOI:

https://doi.org/10.5216/revufg.v20.64638

Resumo

Este artigo tem por finalidade apresentar o projeto de extensão “Universidade Aberta à Terceira Idade – UNATI”, da Faculdade de Ciências e Letras de Assis – UNESP. Para tanto, delineiam-se dados da trajetória da UNATI na unidade, um panorama de seu funcionamento atual e reflexões sobre a importância de um trabalho como este, tanto para a comunidade interna da universidade como para os idosos da comunidade externa que participam das atividades oferecidas. O projeto conta com uma grande variedade de oficinas, compreendendo âmbitos didáticos, artístico-culturais e a área da saúde, que são ministradas semanalmente e visam o desenvolvimento de diferentes aspectos dos participantes. Demonstra-se, ainda, como a UNATI vem suscitando diversos desdobramentos, como pesquisas na graduação e pós-graduação, assim como seus resultados, consolidados em vivências que transformam atividades acadêmicas em experiências afetuosas e fecundas para todos os envolvidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kátia Rodrigues Mello Miranda, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Assis, São Paulo, Brasil, katia.mello@unesp.br

Professora Assistente Doutora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP, campus de Assis. Mestre e Doutora em Letras pela mesma instituição. Integra os Grupos de Pesquisa Narrativas Estrangeiras Modernas, Grupo de Pesquisa em Estudos Hispânicos e Tradução, Léxico e Interculturalidade. É docente e pesquisadora do Programa de Pós-graduação PROFLETRAS. Atua como consultora e supervisora da área de língua espanhola nos projetos de extensão Centro de Línguas e Desenvolvimento de Professores (CLDP) e Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI), ambos da UNESP-Assis. Suas pesquisas concentram-se principalmente nas áreas de narrativa de autoria feminina, narrativa de extração histórica, literatura hispano-americana e latino-americana, literatura e ensino de língua, ensino e aprendizagem de língua estrangeira (espanhol). 

Laura Pagnan Condini, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Assis, São Paulo, Brasil, laurapcondini@gmail.com

Graduanda em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP) - Câmpus de Assis. Realiza estágios nas áreas de clínica psicanalítica, envelhecimento, luto e intergeracionalidade. Desenvolve atividades junto à ação de extensão Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI) desde 2018, sendo bolsista pela Pró-Reitoria de Extensão Universitária e Cultura (PROEX) em 2020. Atualmente realiza Iniciação Científica com bolsa CNPq sobre relações étnico-raciais na educação infantil.

Joyce Máximo de Almeida, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Assis, São Paulo, Brasil, jmaximoalmeida96@gmail.com

Em formação para Psicóloga pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), campus de Assis. Atua como estagiária nas áreas da Psicologia Clínica, com ênfase nos estudos de D. Winnicott e da Psicologia Escolar na Abordagem Histórico-Cultural. Desenvolve, durante a graduação, atividades junto à ação de extensão UNATI - Universidade aberta à Terceira Idade, desde 2018 e atualmente, é bolsista pelo projeto. 

Downloads

Publicado

2020-12-16

Como Citar

MIRANDA, K. R. M.; CONDINI, L. P.; ALMEIDA, J. M. de. O projeto de extensão Unati-Assis em perspectiva: trajetória, desenvolvimento e ações. Revista UFG, Goiânia, v. 20, n. 26, 2020. DOI: 10.5216/revufg.v20.64638. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/64638. Acesso em: 27 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos