Relato de uma experiência com adolescentes internos que cumprem medidas socioeducativas através de um projeto de extensão

  • Ananias Francisco Santos Universidade Estadual do Mato Grosso (UNEMAT)

Resumo

Este artigo objetivou relatar a experiência com adolescentes internos que cumprem medidas socioeducativas através de um projeto de extensão. Para atingir o objetivo proposto, foi realizado um acompanhamento do curso Microempreendedor Individual (MEI), que faz parte do Projeto de Extensão intitulado “A Contabilidade como instrumento de ressocialização dos adolescentes internos do Polo Masculino do Município de Cáceres-MT ao mercado de trabalho e ao convívio social”, ministrado no período de agosto a outubro de 2018. Percebeu-se durante e após a conclusão do curso, o entusiasmo dos adolescentes que concluíram o curso com aproveitamento, a possibilidade de abrir o próprio negócio após ganharem a liberdade, além de contribuir com a formação pessoal e profissional permitindo aos mesmos, sonhar com um futuro melhor. A experiência obtida pelos membros e colaboradores, após a conclusão do curso MEI, mostrou a importância de um Projeto de Extensão voltados para esse público, o que possibilitou reflexões pessoais, profissionais e espirituais, após conhecer a realidade em que vivem os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, a e a importância do curso no resgate da cidadania perdida e a melhoria da autoestima de cada participante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ananias Francisco Santos, Universidade Estadual do Mato Grosso (UNEMAT)
Graduado em Ciências Contábeis, Especialistas em Ensino a Distância, Contabilidade Tributária, Mestre em Ciências Contábeis com ênfase em Controladoria. Professor da Universidade do Estado do mato grosso - Campus Cáceres, leciona as disciplinas de Contabilidade Tributária I e II e Contabilidade Ambiental e Social.

Referências

REFERÊNCIAS

BRASIL. Lei nº 8.069 de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Brasília: Presidência da República do Brasil, 1990. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8069.htm. Acesso em: 21, dez 2018

________. Lei Complementar nº 123 de 14 de dezembro de 2006. Institui o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte. Brasília: Presidência da República do Brasil, 2006. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/LCP/Lcp123.htm. Acesso em: 21, dez 2018

________. Lei Complementar nº 128 de 19 de dezembro de 2008. Altera a Lei Complementar nº 123 de 14 de dezembro de 2006.. Brasília: Presidência da República do Brasil, 2006. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/LCP/Lcp123.htm. Acesso em: 21, dez 2018

FORPROEX - FÓRUM DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIRAS. Plano Nacional de Extensão Universitária. Ilhéus: Editus, 2001. (Extensão Universitária, v.1).

NOGUEIRA, M. D. P. Políticas de Extensão Universitária Brasileira. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.

OLIVEIRA, O. V.; FORTE, S. H. A. C. Microempreendedor individual: fatores da informalidade. CONEXXIO, v. 4, n. Esp., p. 27-42, 2014. ISSN 2236-8760.Disponível em: <https://repositorio.unp.br/index.php/connexio/article/viewFile/800/505> Acesso em: 07/11/2018.

LOPES, Juliana Dias; CAMPOS, Flávia Rezende. Processo de formalização do

Microempreendedor Individual Goiano. Conjuntura Econômica. Goiana, n. 18, p 63-70, out. 2011. Disponível em:<http://www.seplan.go.gov.br/sepin/pub/conj/conj18/artigo06.pdf>. Acesso em: 21 nov. de 2018.

PACOBAHYBA, Fernanda Mara de Oliveira Macedo Carneiro. O Microempreendedor Individual como Expressão da Extrafiscalidade no Direito Tributário Nacional. 2011. 105f. Dissertação (Mestrado em Direito Constitucional)-Universidade de Fortaleza. Fortaleza: UNIFOR, 2011.

SANTOS, J. D.; FREITAS, R. C. O Microempreendedorismo Individual: um passo

positivo para a economia brasileira. 2012. Disponível

em:<https://www.passeidireto.com/arquivo/5695401/microempreendedor individual/1

> Acesso em: 09/10/2018.

SCHWINGEL, I; RIZZA, G. Políticas públicas para formalização das empresas: lei

geral das micro e pequenas empresas e iniciativas para a desburocratização.

Governo Federal, Ministério do Trabalho e Emprego, v. 54, p. 48, 2013. Disponível

em:<http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/3846/1/bmt54_politicaemfoco_poli

tic publica.pdf> Acesso em: 17/10/2018.

SINASE. Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo. Disponível: https://jus.com.br/artigos/51212/sistema-nacional-de-atendimento-socioeducativo-sinase-lei-n-12-594-de-18-de-janeiro-de-2012. Acesso em: 18, dez 2018.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MATO GROSSO. Pró-reitoria de Extensão e Cultura. A Contabilidade como instrumento de ressocialização dos adolescentes internos do Centro Sócio Educativo de Cáceres-MT ao mercado de trabalho e ao convívio em sociedade. Disponível em: http://portal.unemat.br/index.php?pg=site&i=proec&m=projetos-e-programas-de-extensao. Acesso em: 21, dez 2018.

Publicado
25-02-2019
Como Citar
Santos, A. (2019). Relato de uma experiência com adolescentes internos que cumprem medidas socioeducativas através de um projeto de extensão. Revista UFG, 19. https://doi.org/10.5216/revufg.v19i0.56565
Seção
Artigos