EDITORIAL: PÁTIO HUMANIDADES

  • Eliane Maria Chaud
  • Fernanda Ferraz
  • Gabriel Lopes
  • Karina Almeida André
  • Marina Veiga Nunes
  • Rusvênia Luiza B. R. Silva

Resumo

A universidade é um espaço que reúne pessoas em torno de saberes, práticas e
intervenções. Pessoas de saber, que querem saber e que trabalham com ele. A universidade é
o resultado de um conjunto de transformações, lócus historicamente enraizado de
conhecimento que deve existir transformando os rumos da economia, da cultura e da
civilização. Universitas significa um conjunto de alguma coisa. Desde os mestres árabes
educadores do ocidente, os copistas, os medievalistas e tantos outros, segundo Le Goff 1
(2003), fazem da universidade um lugar de ensinar e pensar – do pensamento até a profissão.
Sendo assim o seu caráter provocativo emerge como um lócus vivo e autônomo da cultura, da
história e da sociedade, muito embora, num viés crítico, pensadores como Michel Freitag 2
(2004) denunciam seu naufrágio, sua perda de sentidos, sua redução a uma organização – que
é o oposto da instituição, onde o saber fazer instrumental se coloca de maneira mais pungente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
17-12-2018
Como Citar
Maria Chaud, E., Ferraz, F., Lopes, G., Almeida André, K., Veiga Nunes, M., & Luiza B. R. Silva, R. (2018). EDITORIAL: PÁTIO HUMANIDADES. Revista UFG, 18(23). Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/56182
Seção
Editorial