COEXISTÊNCIA: A EXPOSIÇÃO DE ARTE COMO LUGAR DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO

Autores

  • Manoela dos Anjos Afonso Rodrigues Universidade Federal de Goiás http://orcid.org/0000-0003-4994-4291
  • Vera Regina Barbuy Wilhelm
  • Eliane Maria Chaud

DOI:

https://doi.org/10.5216/revufg.v18i22.51704

Resumo

Neste artigo, discorremos sobre a experiência pedagógica de reunir as disciplinas Trabalho de Conclusão de Curso 2, Laboratório de Produção Artística 4 e Expografia e Montagem com o objetivo de realizar uma exposição das pesquisas em arte conduzidas pelos estudantes do quarto e último ano do curso Artes Visuais – Bacharelado, da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás. Esta exposição é uma atividade prevista no Projeto Pedagógico do curso desde o ano 2012. Porém, foi em 2017 que pudemos realizar a primeira mostra do gênero na Galeria da FAV como uma ação de extensão. No presente trabalho, concluímos que ao traçarmos um projeto interdisciplinar para conectar a sala de aula a uma experiência expositiva na galeria, criamos um importante espaço de convergência entre ensino, pesquisa, extensão e formação profissional que beneficia tanto os nossos estudantes quanto a comunidade externa à UFG.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manoela dos Anjos Afonso Rodrigues, Universidade Federal de Goiás

Professora Adjunto do curso Artes Visuais - Bacharelado, da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás.

Vera Regina Barbuy Wilhelm

Professora Adjunto do curso Bacharelado em Museologia da Universidade Federal de Goiás.

Eliane Maria Chaud

Professora Adjunto do curso Artes Visuais - Bacharelado, da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás.

Referências

AFONSO, Manoela dos Anjos; JORGE, Anahy Mendonça; SAMPAIO, Glayson Arcanjo de. Projeto pedagógico do curso Artes Visuais - Bacharelado. Goiânia: UFG, 2012.

CURY, Marília Xavier. Exposição: concepção, montagem e avaliação. São Paulo: Annablume, 2006, p.98 -117.

PAREYSON, Luigi, Os problemas da estética. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

RANGEL, Sonia. O olho desarmado: objeto poético e trajeto criativo. Salvador: Solisluna Design Editora, 2009.

REY, Sandra. Da prática à teoria: três instâncias metodológicas sobre a pesquisa em poéticas visuais, v. 7, n. 13, Porto Alegre, nov. 1996, pp. 81-95.

SOGABE, Milton. [Carta] 17 set. 2014, Belo Horizonte [para] Senhor(a) Prof(a). Dr(a) Pró-Reitor(a) de Graduação, 2f. A importância da existência de espaços expositivos nos cursos de graduação em artes. Disponível em: <https://fcgartesvisuais.jimdo.com/app/download/6102038351/Carta+aos+Pro%CC%81-Reitores+GALERIAS.pdf > Acesso em: 20 fev. 2018.

SULLIVAN, Graeme. Art practice as research: inquiry in visual arts, 2ª ed. London: Sage, 2010.

ZAMBONI, Silvio. Pesquisa em arte: um paralelo entre arte e ciência. 4ª ed. Campinas: Autores Associados, 2012.

Downloads

Publicado

2018-08-13

Como Citar

RODRIGUES, M. dos A. A.; WILHELM, V. R. B.; CHAUD, E. M. COEXISTÊNCIA: A EXPOSIÇÃO DE ARTE COMO LUGAR DE PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO. Revista UFG, Goiânia, v. 18, n. 22, 2018. DOI: 10.5216/revufg.v18i22.51704. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/51704. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos