CONHECIMENTO DE PAIS E CUIDADORES SOBRE SAÚDE BUCAL DE CRIANÇAS PRÉ-ESCOLARES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/revufg.v17i20.51591

Resumo

Este estudo analisou conhecimentos de saúde bucal de pais e cuidadores de crianças de 3 creches do município de Patos/PB, atendidas pelo projeto de extensão Construindo Sorrisos. A amostra foi de 107 indivíduos. Os resultados, mostraram que 74,77% destes já receberam informações sobre higiene bucal e alimentação, 100% considerando-as importantes. 85,05% relataram que seus filhos escovam os dentes diariamente predominando a frequência de 2 vezes ao dia (83,52%). 78,50% falaram que as crianças ingerem alimentos açucarados, sendo que, 64,29% ingerem-nos diariamente. 70,09 % relataram que as crianças tomam leite antes de dormir e em 77,33% dos casos é adicionado açúcar. 78,67% não escovam os dentes após esta refeição e 94,31% nunca visitou o dentista. Conclui-se que, embora os pais e educadores importem-se e tenham conhecimento sobre saúde bucal, a maioria permanece com maus hábitos em relação à saúde bucal, refletidos em escovações insuficientes e ausência da ida ao dentista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ÂLCANTARA, T. L.; BATISTA, M. J.; GIBILINI, C.; FERREIRA, N. P.; SOUSA, M. L. R. R. P. G. Fatores associados à saúde bucal de pré-escolares inseridos em programa educativo preventivo no município de Piracicaba/SP. RPG Rev Pós Grad, Piracicaba/SP, 18(2), 7-102, 2011. Disponível em: http://www.fo.usp.br/wp-content/uploads/Fatores-associados-%C3%A0-sa%C3%BAde-bucal-de-pr%C3%A9-escolares-inseridos-em-programa-educativo-preventivo-no-munic%C3%ADpio-de-Piracicaba_SP.pdf.

American Academy of Pediatric Dentistry. Clinical guideline on infant oral health care. Pediatr Dent. 2004;26(Suppl 7):67–70.

AMINABADI, N. A.; GHOREISHIZADEH, A.; GHOREISHIZADEH, M.; OSKOUEI, S. G.; GHOJAZADEH, M. Can child temperament be related to early childhood caries? Caries Res., 2014; 48: 3-12. URL: https://doi.org/10.1159/000351636

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. SB Brasil 2010: Pesquisa Nacional de Saúde Bucal: resultados principais / Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. – Brasília : Ministério da Saúde, 2012. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pesquisa_nacional_saude_bucal.pdf

¬BRASIL. Constituição Federal. Capítulo da Saúde, Brasília, 1988.

BRASIL. Lei Orgânica da Saúde. Brasília, 1990.

BROFFITT, B.; LEVY, S. M.; WARREN, J.; CAVANAUGH, J. E. Factors associated with surface-level caries incidence in children aged 9 to 13: the Iowa Fluoride Study. J. Public. Health Dent., 2013; 73(4): 304-10. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5534239/

CAMPEZZATO, P. V. M.; NUNES, M. L. T. Atendimento em clínicas-escola de psicologia da região metropolitana de Porto Alegre. Estud. Psicol. (Campinas), v.24, n.1, p.3, 2007a. Campinas July/Sept. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-166X2007000300008.

CAMPEZZATO, P. V. M.; NUNES, M. L. T. Caracterização da Clientela da Clínica-Escola de Cursos de Psicologia da Região Metropolitana de Porto Alegre. p. 376-388, 2007b. Rio Grande do Sul. Disponível em: http: //pepsic.bvspsi.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S000659432009000100010&lng=pt &nrm=isso.

KOBARG, A.; SACHETTI, V.; VIEIRA, M. (2006). Valores e crenças parentais: reflexões teóricas. Revista Brasileira de Crescimento e Desenvolvimento Humano, 16 (2), 96-102. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12822006000200010.

FIGUEIREDO, M. C.; ROSITO, D. B.; MICHAEL JÁ. Seven – year follow – up of na educative, preventive and restorative dental programo f the baby clinic. JBP 1998; 1(2): 33 – 40.

Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Um panorama da saúde no Brasil: acesso e utilização de serviços, condições de saúde e fatores de risco e proteção à saúde, 2008: pesquisa nacional por amostra de domicílios. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística; 2010. Disponível em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pnad_panorama_saude_brasil.pdf.

GUARIENTI, C. A.; BARRETO, V. C.; FIGUEIREDO, M. C. Conhecimento dos Pais e Responsáveis Sobre Saúde Bucal na Primeira Infância. Peq Bras Odontoped Clin Integr. 2009; 9(3): 321-25. Disponível em; http://revista.uepb.edu.br/index.php/pboci/article/download/743/397.

ISMAIL, A. I. Prevention of early childhood caries. Community Dent Oral Epidemiol, 1998; 26: 49-61. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9671200.

JEON, J. G.; ROSALEN, P. L.; FALSETTA, M. L.; KOO, H. Natural products in caries research: current (limited) knowledge, challenges and future perspective. Caries Res. 2011; 45: 243-63. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21576957

JUNIOR, J. L. A. L.; GONÇALVES, L. V.; CORREIA, A. A. Alimentos X Cárie: a ingestão do açúcar em excesso como fator estimulante do desenvolvimento da doença. Cadernos de Graduação, Ciências biológicas e da saúde | Recife | v. 2 | n. 2 | p. 11-20 | Dez 2015 | periodicos.set.edu.br. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/index.php/facipesaude/article/view/3060.

KRAMER, P. F.; ARDENGHI, T. M. Utilização de serviços odontológicos por crianças de 0 a 5 anos de idade no município de Canela, Rio Grande do Sul, Brasil. Cad. Saúde Pública, vol.24, no.1, Rio de Janeiro Jan. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2008000100015.

MACARINI, S.; MARTINS, G.; MINETTO, M.; VIEIRA, M. (2010). Práticas parentais: uma revisão da literatura brasileira. Arquivos Brasileiros de Psicologia, 62(1), 119-134. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-52672010000100013.

MASSONI, A. C. L. T.; PAULO, S. F.; FORTE, F. D. S.; FREITAS, C. H. S. M.; SAMPAIO, F. C. Saúde Bucal Infantil: Conhecimento e Interesse de Pais e Responsáveis. Pesq Bras Odontoped Clin Integr. 2010; 10(2):257-64. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/94256/mod_resource/content/1/artigo%20trauma%202.pdf.

Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior. Extensão Universitária: Organização e Sistematização. Política Nacional de Extensão. Universidade Federal de Minas Gerais. PROEX. COOPMED Editora, 2007. Disponível em: http://proex.ufpa.br/DIRETORIO/DOCUMENTOS/PROEX/00abertura.pdf

NAGARAJAPPA, R.; KAKATKAR, G.; SHARDA, A. J.; ASAWA, K.; RAMESH, G.; SANDESH, N. Infant oral health: knowledge, attitude and practices of parents in Udaipur, India. Dent Res J (Isfahan) 2013; 10(5):659-65. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3858743/

NAVARRO, M. L. R.; REYES, S. S.; ARAUJO, M. E. F.; ZAVALA, V. H. G.S. Prevalencia y grado de gingivitis asociada a placa dentobacteriana en niños. Revista Electrónica Nova Scientia, 2014; 6 (2) 190-218. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2007-07052014000200010

NOWAK AJ, QUIÑONEZ RB. Visionaries or dreamers? The story of infant oral health. Pediatr Dent, 2011; 33(2): 144-152. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2170

NUNES, E.; BRENDA, J. Manual para uma alimentação saudável em jardins de infância. Lisboa, Portugal: Direcção Geral de Saúde, 2005. Disponível em: http://www.educacaotorresvedras.com/ficheiros/varios/manuel_para_alimentaa_aao_saudaavel_em_jis.pdf

OLIVEIRA, A. S. S.; UEMURA, T. F. Cárie dentária em crianças de um município da bahia e conhecimento dos seus responsáveis sobre saúde bucal. Rev. Saúde.Com 2016; 12(2): 535-541. Disponível em: http://www.uesb.br/revista/rsc/ojs/index.php/rsc/article/view/355

PATROCÍNIO, M. C.; BORTOLIN, G. C. Avaliação do conhecimento dos pais em relação à saúde bucal de crianças institucionalizadas. ClipeOdonto 2014;6(1):18-27.

PELICIONI, C. A escola promotora de saúde. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, 1999. p.12. (Séries Monográficas).

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Acesso e Utilização de Serviços de Saúde. 1998. Brasil. Rio de Janeiro. 2000. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/trabalhoerendimento/pnad98/saude/saude.pdf

REGO, T. Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. Rio de Janeiro: Vozes, 2011.

RIBEIRO, N. M. E.; RIBEIRO, M. A. S. Aleitamento materno e cárie do lactente e do pré-escolar: uma revisão crítica. J Pediatr (Rio J). 2004;80(5 Supl):S199-S210. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jped/v80n5s0/v80n5s0a12.pdf

SABRINA DEMARI ET AL. Avaliação do conhecimento sobre higiene bucal dos responsáveis por crianças de 0-6 anos de idade. Faculdade de Odontologia de Lins/Unimep • 26(1) 11-18 • jan.-jun. 2016 ISSN Impresso: 0104-7582 • ISSN Eletrônico: 2238-1236.

SÁNCHEZ, O. M.; CHILDERS, N. K.; FOX, L.; BRADLEY, E. Physicians’ views on pediatric preventive dental care. Pediatr Dent. 1997;19:377–83. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9348601

SCALIONI, ALMEIDA RIBEIRO ET AL. Hábitos de dieta e cárie precoce da infância em crianças atendidas em faculdade de odontologia brasileira . Redalyc [on-line], 2012. Disponível em: http://revista.uepb.edu.br/index.php/pboci/article/viewFile/1352/880. Acesso em: 17 jul. 2015

SOARES, J.; VOLPATO, L. E. R.; CASTRO. P. H. C.; LAMBERT, N. A.; BORGES, A. H.; CARVALHOSA, A. A. Assessment of oral health knowledge of parents and caregivers of children and teens with disabilities. J Health Sci Inst. 2013;31(3):239-43. Disponível em: https://www.unip.br/presencial/comunicacao/publicacoes/ics/edicoes/2013_03.aspx

WIGEN, T. I.; WANG, N. J. Tooth brushing frequency and use of fluoride lozenges in children from 1.5 to 5 years of age: a longitudinal study. Community Dent. Oral Epidemiol, 2014; 42(5): 395-403. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24428413.

Downloads

Publicado

2018-08-06

Como Citar

SOUZA, E. R. L. de; SANTOS, J. F. D. dos; OLIVEIRA-FILHO, A. A. de; ALVES, M. A. S. G. CONHECIMENTO DE PAIS E CUIDADORES SOBRE SAÚDE BUCAL DE CRIANÇAS PRÉ-ESCOLARES. Revista UFG, Goiânia, v. 17, n. 20, 2018. DOI: 10.5216/revufg.v17i20.51591. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/51591. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos