EDUCAÇÃO EM SAÚDE: VISITA DOMICILIAR EM PARCERIA COM ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

Autores

  • Vanessa Borges Almeida
  • Heliana Batista de Oliveira
  • Patrícia Pereira Azevedo

Resumo

As atividades de educação em saúde são consideradas importante instrumento para a garantia de melhores condições de vida. Doenças infecciosas e parasitárias, causadas por diferentes agentes etiológicos, estão relacionadas diretamente com os padrões inadequados de higiene. O estudo foi desenvolvido no município de Catalão em uma ação conjunta entre Universidade Federal de Goiás e Estratégia Saúde da Família. Foram realizadas visitas domiciliares em 30 famílias com aplicação de questionário para diagnóstico do perfil socioeconômico e epidemiológico. Na análise dos resultados, foi constatada predominância do sexo feminino e renda familiar de um salário mínimo. A maioria da população de estudo apresentava ensino fundamental como maior grau de escolaridade. Apesar da maioria dos entrevistados apresentarem o hábito de lavar as mãos, os mesmos consumiam água não filtrada. A continuidade de ações que visem à educação em saúde na comunidade é importante, pois ainda permanecem dúvidas sobre doenças, causas e meios de transmissão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-10-20

Como Citar

BORGES ALMEIDA, V.; BATISTA DE OLIVEIRA, H.; PEREIRA AZEVEDO, P. EDUCAÇÃO EM SAÚDE: VISITA DOMICILIAR EM PARCERIA COM ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. Revista UFG, Goiânia, v. 16, n. 18, 2017. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/49887. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos