PROPOSTA DE ALTERAÇÃO NA FORMA COMO SE ENSINA A LITERATURA BRASILEIRA

Autores

  • Maiquel Röhrig

Resumo

Resumo: O presente artigo apresenta os fundamentos e resultados de uma atividade de extensão desenvolvida com professoras de Ensino Médio do Município de São Borja, no Estado do Rio Grande do Sul. O curso propunha uma forma alternativa de trabalhar a literatura em sala de aula. O objetivo era questionar a tradicional sistemática de trabalho da disciplina de Literatura, pautada na historicização em detrimento da leitura dos textos propriamente ditos, e no estudo de autores e obras que se iniciam nos períodos literários mais remotos em direção à contemporaneidade. A ideia foi postular a inversão dessa lógica de trabalho, baseando o estudo da Literatura na leitura direta, em sala de aula, de obras, no caso, contos, e na análise destes tomando como ponto de partida a contemporaneidade e, depois de desenvolver as habilidades básicas de leitura do texto literário, recuar na história sistematicamente. O curso de extensão desenvolvido pautou-se na leitura de contos, em sua análise e interpretação, e buscou estimular as participantes a aplicarem as estratégias em suas aulas no Ensino Médio. A metodologia incluía aulas expositivas e dialogadas e a realização de seminários voltados à elaboração de planos de trabalho montados a partir da leitura dos contos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-08-03

Como Citar

RÖHRIG, M. PROPOSTA DE ALTERAÇÃO NA FORMA COMO SE ENSINA A LITERATURA BRASILEIRA. Revista UFG, Goiânia, v. 15, n. 16, 2017. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/article/view/48536. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos