A CONSERVAÇÃO DO CERRADO É ESSENCIAL PARA PROTEGER A FLORESTA AMAZÔNICA

Ana Cláudia Mendes Malhado, Gabrielle Ferreira Pires, Marcos Heil Costa, Manuel Eduardo Ferreira

Resumo


Apesar da ampla ocorrência de desmatamento, as florestas da Amazônia ainda cobrem uma área superior a 5 milhões de km2 e podem hospedar até um quarto das espécies terrestres do mundo (Dirzo e Raven, 2003), muitas das quais ainda não foram documentadas. A conservação destas florestas é importante não apenas pela biodiversidade que elas contêm, mas também pelos serviços ecossistêmicos vitais que elas oferecem. Historicamente, a maior ameaça para a Amazônia tem sido a conversão para a agricultura, inicialmente através de propriedades de pequena escala e, mais recentemente, de organizações bem capitalizadas, gerando produtos florestais e agrícolas para mercados globais (Rudel et al., 2009). Recentemente, a atenção dos cientistas e conservacionistas tem sido desviada para outro fator que poderia radicalmente alterar a distribuição, a ecologia e o valor da floresta – a mudança climática...

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5216/revufg.v12i9.48341

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores

Sumários.org    Directory of Research Journals Indexing Logo  

 

Licença Creative CommonsRevista UFG de https://www.revistas.ufg.br/revistaufg/index está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 
ISSN-versão impressa: 1667-9037
ISSN-versão online: 2179-2925
 
 Prefixo DOI: 10.5216/revufg