A CRISE ECONÔMICO-FINANCEIRA INTERNACIONAL E SEUS IMPACTOS NA PRESERVAÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE BRASILEIRAS

  • Paulo Roberto Colombo Arnoldi UNESP - São Paulo - Brasil
  • Mirella Madureira UNESP - São Paulo - Brasil
Palavras-chave: empresa, preservação, crise econômico- financeira

Resumo

Graças a uma larga evolução, criou-se, nomoderno direito falimentar, um ambiente que estimula asalvaguarda da empresa através da institucionalização datão celebrada nova ideologia de preservação da mesma.Tal ideologismo surge em função do significante papelsocial da empresa, instituição mais importante do mundohodierno, na economia nacional, com destaque paraas microempresas e empresas de pequeno porte, que somadasrepresentam a incontestável maioria das unidadesprodutivas pátrias. A importância de tais empresas éincontestável, de modo que elas desfrutam de um tratamentodiferenciado, que inclui um Plano Especial de recuperação,bem mais simplificado e menos custoso, capazde atender as suas peculiaridades. Acontece que coma atual crise econômico-financeira internacional, a cujosefeitos o Brasil não se manteve incólume, os pequenosnegócios foram fortemente impactados, principalmenteem razão da retração do crédito. Destarte, mister se fazdar especial atenção a este segmento empresarial nestemomento de crise, com destaque para adoção de políticaspúblicas que minimizem os impactos da crise sobreele, visando a sua preservação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Roberto Colombo Arnoldi, UNESP - São Paulo - Brasil
Advogado, Doutor em Direito pela Pontífice Universidade Católica e Professor Titular de Direito Comercial daUniversidade Estadual Paulista.
Mirella Madureira, UNESP - São Paulo - Brasil
Advogada e mestranda em Direito Comercial pela Universidade Estadual Paulista
Publicado
11-05-2010
Como Citar
Arnoldi, P. R., & Madureira, M. (2010). A CRISE ECONÔMICO-FINANCEIRA INTERNACIONAL E SEUS IMPACTOS NA PRESERVAÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE BRASILEIRAS. Revista Da Faculdade De Direito Da UFG, 33(2), 50/59. https://doi.org/10.5216/rfd.v33i2.9857
Seção
Artigos Científicos