Direitos humanos, descolonialismo e a contribuição brasileira para (re)interpretação dos conceitos de asilo e de refúgio

Autores

  • Eduardo Biacchi Gomes Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, Paraná, Brasil, ebgomes@me.com
  • Ane Elise Brandalise Gonçalves Universidade do Contestado, UnC, Santa Catarina, Brasil, anebrand@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/rfd.v42i2.45708

Palavras-chave:

Direitos Humanos, Descolonialismo, Asilo, Refúgio, Lei de Imigrantes.

Resumo

O presente artigo tem por fim analisar, sob a ótica do descolonialismo, os avanços da legislação brasileira em relação aos critérios para concessão do asilo. Para tanto, parte-se do próprio conceito de descolonialismo e a sua aplicabilidade dentro do contexto atual para construção dos Direitos Humanos na América Latina, de forma a cotejar com a nova legislação brasileira em relação aos critérios para fins de concessão de asilo e de refúgio. Por fim, de forma a demonstrar a importância do tema frente ao Sistema Interamericano de Proteção aos Direitos Humanos, questionar-se-á quanto a possibilidade de referidos temas serem analisados por parte da Corte Interamericana de Direitos Humanos (Corte IDH).

Abstract:

The purpose of this article is to analyze, from the point of view of decolonialism, the advances of Brazilian legislation in relation to the criteria for granting asylum. In order to do so, it is based on the very concept of decolonialism and its applicability within the current context for the construction of Human Rights in Latin America, in order to compare with the new Brazilian legislation in relation to the criteria for granting asylum and refuge. Finally, in order to demonstrate the importance of the issue in the Inter-American System for the Protection of Human Rights, it will be questioned whether the above-mentioned issues can be analyzed by the Inter-American Court of Human Rights.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Biacchi Gomes, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, Paraná, Brasil, ebgomes@me.com

Ane Elise Brandalise Gonçalves, Universidade do Contestado, UnC, Santa Catarina, Brasil, anebrand@gmail.com

Referências

ALTO COMISSARIADO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA REFUGIADOS (ACNUR). “Refugiados” e “migrantes”: perguntas frequentes. Disponível em: <http://www.acnur.org/portugues/quem-ajudamos/refugiados/refugiados-e-migrantes-perguntas-frequentes/>. Acesso em: 18 jan. 2017.

BAENINGER, Rosana (Org.). Imigração boliviana no Brasil. Campinas: NEPO/UNICAMP/CNPQ/UNFPA, 2012. v. 1.

BRASIL. Ministério da Justiça e Cidadania. Entenda as diferenças entre refúgio e asilo. Disponível em: <http://www.justica.gov.br/noticias/entenda-as-diferencas-entre-refugio-e-asilo>. Acesso em: 11 jan. 2017.

CASTRO, Thales. Teoria das Relações Internacionais. Brasília: Funag, 2012. p. 390. Disponível em: <http://funag.gov.br/loja/download/931-Teoria_das_Relacoes_Internacionais.pdf>. Acesso em: 05 jan. 2016.

CORTE INTERAMERICANA DE DERECHOS HUMANOS (CIDH). Família Pacheco Tineo vs. Estado Plurinacional de Bolívia. Excepciones Preliminares, Fondo, Reparaciones y Costas. Sentencia de 25 de noviembre de 2013. Serie C n. 272. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/casos/articulos/resumen_272_esp.pdf>. Acesso em: 11 jan. 2017.

EQUADOR. Pedido de Parecer Consultivo à Corte. 15.08.2016. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/docs/solicitudoc/solicitud_18_08_16_port.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2017.

FERNÁNDEZ, Jaime Esponda. La tradición latino-americana del asilo y la protección internacional de los refugiados, p. 79-125. In: FRANCO, Leonardo (Coord.). El Asilo y la protección internacional de los refugiados en América Latina. Análisis crítico del dualismo “asilo-refugio” a la luz del Derecho Internacional de los Derechos Humanos. 1. ed. San José, C.R.: Editorama, 2004. Disponível em: <http://www.corteidh.or.cr/tablas/a12442.pdf>. Acesso em: 11 jan. 2017.

GALEANO, Eduardo. As veias Abertas da América Latina. Tradução de Galeano de Freitas. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1971.

GOMES, Eduardo Biacchi; MONTENEGRO, Juliana Ferreira. Introdução aos estudos do Direito Internacional. 1. ed. Curitiba: Intersaberes, 2016. v. 1.

GONZÁLEZ, Juan Carlos Murillo. La protección internacional de los refugiados en el Sistema Interamericano de Derechos Humanos, 2008. Disponível em:

<http://www.oas.org/es/sla/ddi/docs/refugiados_sesion_especial_2008_presentacion_murillo.pdf>. Acesso em: 11 jan. 2017.

JUBILUT, Liliana Lyra. O direito internacional dos refugiados e sua explicação no ordenamento jurídico brasileiro. São Paulo: Método, 2007.

MAZZUOLI, Valério de Oliveira. Comentários à Convenção Americana de Direitos Humanos: Pacto de San José da Costa Rica. 4. ed. rev., atual. e ampl. São Paulo: RT.

MIGNOLO, Walter D. Desobediência Epistêmica. A Opção descolonial e o significado de identidade em política. Tradução de Ângela Lopes Norte. Revista Gragoatá, n. 22, p. 11-41, 1º sem. 2007.

NAÇÕES UNIDAS, UNHCR. Global Trends: Forced displacement in 2015. Disponível em:

<http://www.unhcr.org/576408cd7#_ga=1.219325020.490939995.1486061927>. Acesso em: 18 jan. 2016.

PANIKKAR, Raimon. Seria a noção de direitos humanos um conceito ocidental? In: BALDI, César Augusto (Org.). Direitos humanos na sociedade cosmopolita. Rio de Janeiro: Renovar, 2004.

PIOVESAN, Flávia. Direitos Humanos e Direito Constitucional Internacional. 8. ed. São Paulo: Max Limonad, 2009.

REIS, Elisa Pereira. Política e políticas públicas na transição democrática. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 3, p. 15-23, 1989.

SASSEM, Saskia. Regulação Imigração na idade global. A nova política. Parallax, v. 11, n. 1, 2005.

SEN, Amartya. The Concept of Development. Handbook of Development Economics, v. I, p. 9-26, 1988.

THE ATLANTIC. Trump has a message for poor immigrants: Get Out. The ban targeting seven Muslim-majority countries was just the beginning. February 01, 2017. Disponível em: <https://www.theatlantic.com/business/archive/2017/02/trump-immigrants/515310/>. Acesso em: 02 fev. 2017.

WOLKMER, Antônio Carlos. Pluralismo Jurídico. Fundamentos de uma nova cultura do Direito. São Paulo: Alfa Ômega, 1994.

Downloads

Publicado

04-01-2019

Como Citar

Biacchi Gomes, E., & Elise Brandalise Gonçalves, A. (2019). Direitos humanos, descolonialismo e a contribuição brasileira para (re)interpretação dos conceitos de asilo e de refúgio. Revista Da Faculdade De Direito Da UFG, 42(2), 141–155. https://doi.org/10.5216/rfd.v42i2.45708

Edição

Seção

Artigos Científicos