LEI, TRADIÇÃO E MEMÓRIA NA CONTROVERSA SUCESSÃO DE AFONSO X (1252-1284) - DOI: http://dx.doi.org/10.5216/rfd%20ufg.v40i2.43188

  • Adriana Vidotte Universidade Federal de Goiás
  • Adaílson José Rui Universidade Federal de Alfenas.
Palavras-chave: Afonso X, Sucessão Real, Idade Média.

Resumo

Resumo: O processo de sucessão de Afonso X, o Sábio, rei de Leão e Castela entre os anos de 1252 e 1284, foi controversa e colocou em questão a legitimidade do poder de seus sucessores. Esse processo, que se prolongou no tempo, será analisado por meio de um estudo dos relatos contidos na Crónica del Rey Don Alfonso Décimo, escrita durante o reinado de Afonso XI (1312-1350), e das leis da Siete Partidas, código jurídico elaborado no século XIII sob a direção de Afonso X. Por meio do estudo e da confrontação das fontes analisaremos, por um lado, uma teoria sobre o poder régio e a sucessão ao trono, e por outro, uma prática que buscava manter a unidade do reino e a afirmar da legitimidade do poder dos monarcas.

Abstract: The succession process of Alfonso X, the Wise, King of León and Castile between the years 1252 and 1284, was controversial and brought into question the legitimacy of his successors’ power. This process, which extended in time, will be analyzed through a study of the reports contained in the Crónica del Rey Don Alfonso the Tenth, written during the reign of Alfonso XI (1312-50), and of the laws of Siete Partidas, legal code made in the thirteenth century under the direction of Alfonso X. Through the study and confrontation of sources, on the one hand, we will analyse a theory of the royal power and the succession to the throne and, on the other, a practice that sought to maintain the unity of the kingdom and to affirm the legitimacy of the power of the monarchs.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Vidotte, Universidade Federal de Goiás
Doutora em História pela Unesp-Assis. Professora na Graduação e na Pós Graduação em História da Universidade Federal de Goiás e no Mestrado Profissional em História Ibérica da Universidade Federal de Alfenas.
Adaílson José Rui, Universidade Federal de Alfenas.
Doutor em História pela Unesp-Assis. Coordenador e docente do Mestrado Profissional em História Ibérica da Universidade Federal de Alfenas.

Referências

.

Publicado
31-01-2017
Como Citar
Vidotte, A., & Rui, A. (2017). LEI, TRADIÇÃO E MEMÓRIA NA CONTROVERSA SUCESSÃO DE AFONSO X (1252-1284) - DOI: http://dx.doi.org/10.5216/rfd%20ufg.v40i2.43188. Revista Da Faculdade De Direito Da UFG, 40(2), 92-110. https://doi.org/10.5216/rfd.v40i2.43188
Seção
Artigos Científicos