BACHARELISMOS NO BRASIL: JÁ NÃO SOMOS MAIS TÃO “MOÇOS”... - DOI: http://dx.doi.org/10.5216/rfd.v39i2.37587

  • Jorge Alberto Ramos Sarmento UFPA/Professor Auxiliar
  • Raphael Carmesin Gomes UFPA/Pesquisador
Palavras-chave: Bacharelismo, Tipos Ideais, Educação

Resumo

RESUMO:

O presente trabalho objetiva reconstruir o percurso histórico dos bacharelismos – expressos no modo de ser do Bacharel em sua relação com a sociedade – a fim de se analisar o sujeito Bacharel em Direito na sociedade brasileira desde a colonização. Para tanto, se partirá do conceito operacional weberiano de “Tipo Ideal” para se fixarem os tipos ideais de Bacharel em Direito característicos de cada período histórico brasileiro. Para delinear a educação e os valores compartilhados por este Bacharel, lançaremos mão de alguns conceitos weberianos como o de “Estado patrimonial”, “estamento” e “técnica”. Conclui-se com o levantamento de algumas hipóteses para pesquisas futuras.

 

ABSTRACT:

Aim to reconstruct the historical course of “bacharelismos” – express in a way of been of Bachelor in his social relationship – to analyze the subject Bachelor of Laws in brazilian society since the colonization. For that we will start with the weberian operational concept of “Ideal Type” to set the ideal types of Bachelor of Laws that emerge in each brazilian historical period. To delineate the education and values shared by this Bachelor, we will employ some weberians concepts as “Patrimonial State”, “status group” and “technique”. Conclude with some hypothesis to researches at a late.    

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge Alberto Ramos Sarmento, UFPA/Professor Auxiliar
Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Pará (2011) . Atualmente é Professor Auxiliar da Universidade Federal do Pará, Professor de Ensino Superior da Faculdade ideal e Professor de Ensino Superior da Faculdade Universo. Departamento de Filosofia, experiência nas áreas de Cidadania, Modernidade, Ciências Sociais, Sociologia Política.
Raphael Carmesin Gomes, UFPA/Pesquisador
Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Pará (2013). Advogado, com experiência profissional nas áreas de Direito Cível, Consumidor, Direito da Criança e do Adolescente e Direito Bancário. Pós-Graduado no curso de Especialização em Filosofia da Educação da Universidade Federal do Pará (2015). Membro do GEPEIF - Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação, Infância e Filosofia e do Grupo de Pesquisa Filosofia, Ética e Educação, ambos vinculados ao Instituto de Ciência da Educação (ICED) da Universidade Federal do Pará.
Publicado
09-01-2016
Como Citar
Alberto Ramos Sarmento, J., & Carmesin Gomes, R. (2016). BACHARELISMOS NO BRASIL: JÁ NÃO SOMOS MAIS TÃO “MOÇOS”. - DOI: http://dx.doi.org/10.5216/rfd.v39i2.37587. Revista Da Faculdade De Direito Da UFG, 39(2), 115-142. https://doi.org/10.5216/rfd.v39i2.37587
Seção
Artigos Científicos