A Justiça Social como princípio essencial à transição da Sociedade Civil para o Estado Ético

  • Ricardo Padovini Pleti Faculdade de Direito Prof. Jacy de Assis da Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Filosofia do Direito

Resumo

Este artigo objetiva demonstrar que é essencial respeitar o princípio da justiça social para que ocorra a transição da sociedade civil para o Estado Ético, segundo a filosofia de Hegel. Portanto, a liberdade só atinge sua plena realização quando a igualdade é assegurada. E isso somente pode ocorrer quando a dignidade é garantida a todos, tornando-se imprescindível, para atingir esse resultado, erradicar a pobreza e oferecer idênticas oportunidades a cada um dos cidadãos. Enquanto os filósofos da época analisaram a estrutura do Estado Liberal, Hegel foi além, ao vislumbrar a ordem jurídica, associada à administração e ao governo segundo as leis, como mecanismo para que o Espírito alcançasse a liberdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Padovini Pleti, Faculdade de Direito Prof. Jacy de Assis da Universidade Federal de Uberlândia
Professor Efetivo de Direito Empresarial da Faculdade de Direito "Prof. Jacy de Assis", da Universidade Federal de Uberlândia
Publicado
01-12-2012
Como Citar
Padovini Pleti, R. (2012). A Justiça Social como princípio essencial à transição da Sociedade Civil para o Estado Ético. Revista Da Faculdade De Direito Da UFG, 36(2), 54-68. https://doi.org/10.5216/rfd.v36i2.16129
Seção
Artigos Científicos