Consolidação Fiscal, Multiplicadores Fiscais e a Curva de Laffer Ampliada: uma Abordagem a partir das Receitas e Despesas Públicas

  • Benito Adelmo Salomão Programa de Pós Graduação da Universidade Federal de Uberlândia.
  • Guilherme Jonas Costa Silva Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Curva de Laffer Ampliada; Multiplicadores Fiscais; Gestão Pública

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo apresentar uma contribuição teórica pioneira a discussão sobre as finanças públicas, que é uma proposta de maximização das receitas e redução do déficit público, a partir de uma política fiscal eficiente de provimento de serviços de qualidade públicos e indução do investimento privado para a promoção do crescimento do produto, ampliando desta forma o bem estar social. Para tanto, parte-se da Curva de Laffer e acrescentam-se novos elementos ao debate dos multiplicadores fiscais, para demonstrar de forma inédita que a política de investimentos públicos pode ter um impacto desejável sobre a arrecadação, o déficit público e o crescimento econômico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Benito Adelmo Salomão, Programa de Pós Graduação da Universidade Federal de Uberlândia.
Bacharel e Mestre em Economia, Doutorando em Economia pela Universidade Federal de Uberlândia.

Referências

ALESINA, A.; ARDAGNA, S. Large Changes in Fiscal Policy: Taxes versus Spending, Tax Policy and the Economy, Chicago, v. 24. 2010.

ARNOLD; J. M, BRYS; B, HEADY; C, JOHANSSON; A, SCHEWELLNUS; C, VARTIA; L. Tax Policy for Economic Recovery and Growth. The Economic Journal. Vol 121. P. 59 – 80. February 2011.

BARRELL; R, HOLLAND; D, HURST; I. Fiscal Multipliers and Prospects for Consolidation. OECD Journal. Economic Studies. 2013.

BARTIK; T. J, New Evidence on State Fiscal Multipliers: Implications for State Policies. Upjohn Institute Working Paper. P. 17 – 275. July. 2017.

BLANCHARD; O, LEIGH; D. Growth Forecast Errors and Fiscal Multipliers. American Economic Review. Vol 103. N. 3. P. 117 – 120. May 2013.

BRASIL. Lei Complementar nº 101 de 04 de maio de 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp101.htm Acesso em: 29/07/2014

BRENNAN; G. BUCHANAN; J. The Power to Tax: The Fiscal Contitution. Ed. Liberty Find. 2000.

CANDIDO JÚNIOR, J. O. Os Gastos Públicos no Brasil são Produtivos? Planejamento e Políticas Públicas. N. 23. Junho 2001.

CARLIN, W. SOSKICE, D. Macroeconomics, institutions, instability, and the Financial System. Vol. 2, Oxford, 2015.

DELONG; J. B, SUMMERS; L. H. Fiscal Policy in a Depressed Economy. Brookings Papers on Economic Activity. 2012.

DERAJAVAN, S. SWAROOP, V. ZOU, H. F. The Composition of Public Expenditure and Economic Growth. Journal of Monetary Economic, v, 37, p 313 – 344, 1996.

GIAMBIAGI, F.; ALEM, A. C. Finanças Públicas, vol. 3 Campus, 2008.

GRUBER, J. Finanças Públicas e Política Pública. Editora Gen LTC. 2° Edição. 2009.

KYDLAND; F, PRESCOTT, E. Time to Build and Aggregate Fluctuations. Econométrica. Vol. 50. November. P. 1345 – 1370. 1982.

LAFFER, A. The Laffer Curve: Past, Present, and Future. Executive Summary Backgrounder. The Heritage Foundation. Working Paper N. 1765. June 2004.

McBRIDE, W. What Is the Evidence on Taxes and Growth? 2012, Special Report nº 207. Disponível em . Acesso em: 20/05/2014.

MENDES, M. J. Capture of fiscal transfers: a study of Brazilian local governments. Revista de Economia Aplicada, v. 9, p. 427-444, 2005.

NISKANEN, W. Bureaucracy and representative government. Chicago. Aldine-Atherton. 1975.

OGIBAYASHI; S, TAKASHIMA; K. Influence of Inefficiency in Government Expenditure on the Multiplier of Public Investiment. Computational Economics. Vol. 50. P. 549 – 577. December. 2017.

Perotti, R. Fiscal Policies in Recessions, 2014, What have we learned? IMF. 2014.

Romer D.; Romer, C. The Macoreconomic Effects of Tax Changes: Estimates based on a new measure of fescal Shocks

SAY, J. B. A Treatise on Political Economy. Editora Transaction Publishers. 2009, Originally publish in 1803.

The Laffer Center. The Laffer Curve, 2014. Disponível em: WWW.laffercenter.com/the-laffer-center-2/the-laffer-curve/ Acesso em: 20/05/2014

TOSUN; M. S. ABIZADEH; S. Economic Growth and Tax Components: An Analysis of Tax Changes in OECD. Journal of Applied Economics. Vol. 37. 2005.

TRABANDT; M, UHLIG; H. The Laffer Curve Revisited. Journal of Monetary Economics. Vol. 58. P. 305 – 327. 2011.

Vasquez S. Origem e Finalidades dos Impostos Especiais de Consumo. 2005. Disponível em: http://www.sergiovasques.com/xms/files/Artigos/Accises/Origem_e_Finalidades_dos_IEC.pdf Acesso em: 20/11/2013.

WAGNER, A. Finanzwissenschaft. Leipzig, 1890.

WANNISKI, J. Taxes, Revenues and the Laffer Curve, The Way the World Works: How Economies Fail, and Succeed. Copiright, 1ª edição. 1978.

Publicado
09-10-2019
Como Citar
Salomão, B. A., & Silva, G. J. C. (2019). Consolidação Fiscal, Multiplicadores Fiscais e a Curva de Laffer Ampliada: uma Abordagem a partir das Receitas e Despesas Públicas. Revista De Economia Do Centro-Oeste, 5(1), 35-48. https://doi.org/10.5216/reoeste.v5i1.57377
Seção
Artigos