Projeto arquitetônico para a cidade de Catalão/GO: diretrizes para a zona bioclimática 6

Autores

  • Débora Adiane Borges Universidade Federal de Goiás (UFG), Catalão, Goiás, Brasil, deboraadiane@gmail.com
  • Antover Panazzolo Sarmento Universidade Federal de Goiás (UFG), Catalão, Goiás, Brasil, antoverps@gmail.com
  • Gabriel Bernardes de Carvalho Universidade Federal de Goiás (UFG), Catalão, Goiás, Brasil, gabrielbdec@gmail.com

DOI:

https://doi.org/10.5216/reec.v14i1.46976

Resumo

O conforto dos usuários de um ambiente costuma estar atrelado a um alto consumo de energia constituindo um possível problema ambiental. A bioclimatologia é uma das táticas utilizadas para reduzir o consumo de energia com máximo conforto para os usuários através do projeto arquitetônico. Existem normas e diretrizes que especificam estratégias de desempenho térmico, entre elas, a NBR 15220 (ABNT, 2005) é uma norma brasileira que apresenta recomendações para diferentes regiões e zonas bioclimáticas do país. Além dela, existe a NBR 15575 (ABNT, 2013), a Portaria n° 18 de 2012 (RTQ-R: Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética em Edificações Residenciais) e o Selo Casa Azul. Este trabalho avaliou as diretrizes construtivas de todas essas publicações para a Zona Bioclimática 6 (ZB6), onde se encontra a cidade de Catalão, objetivando encontrar as melhores estratégias arquitetônicas que podem ser implantadas nas casas de classe média dessa cidade. Utilizou-se o software DLN e dados do INMET para avaliação da orientação solar e dos ventos verificando as recomendações mais pertinentes para Catalão e região. Entre os resultados encontrados estão os tipos de vedações e coberturas, estratégias de condicionamento e posicionamento e dimensionamento das aberturas. A principal contribuição deste estudo foi identificar as características necessárias a um projeto arquitetônico, que atende a bioclimatologia, possibilitando maior eficiência energética para a ZB6, com destaque à cidade de Catalão.

Abstract

The comfort of users of an environment is usually linked to a high energy consumption, which constitutes a true environmental problem. The bioclimatology is one strategy used to reduce energy consumption with maximum comfort to users through the architectural design. There are standard and guidelines that specify thermal performance strategies, including the NBR 15220 (ABNT, 2005) is a Brazilian standard that makes recommendations for different regions and bioclimatic zones of the country. Beyond it, there is the NBR 15575 (ABNT, 2013) Portaria n°. 18 of 2012 (RTQ-R: Quality Technical Regulation for Energy Efficiency of Residential Buildings in level) and the Blue House Seal. This work assessed the constructive guidelines of all these publications to the bioclimatic zone 6, where it is the city of Catalão, aiming at finding the best architectural strategies that can be deployed in middle-class houses of this city. It was used the DLN software and INMET data for evaluation of solar orientation and wind orientation looking at the most relevant recommendations to Catalão and region. Some results are the types of wall and cover, conditioning strategies and positioning and sizing of the openings. The work contributes to identify the characteristics necessary for an architectural project, which attends to bioclimatology, allowing greater energy efficiency for ZB6, with emphasis on the city of Catalão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Adiane Borges, Universidade Federal de Goiás (UFG), Catalão, Goiás, Brasil, deboraadiane@gmail.com

Antover Panazzolo Sarmento, Universidade Federal de Goiás (UFG), Catalão, Goiás, Brasil, antoverps@gmail.com

Gabriel Bernardes de Carvalho, Universidade Federal de Goiás (UFG), Catalão, Goiás, Brasil, gabrielbdec@gmail.com

http://lattes.cnpq.br/3425218766628116

Downloads

Publicado

07-11-2017

Como Citar

Adiane Borges, D. ., Panazzolo Sarmento, A., & Bernardes de Carvalho, G. . (2017). Projeto arquitetônico para a cidade de Catalão/GO: diretrizes para a zona bioclimática 6 . REEC - Revista Eletrônica De Engenharia Civil, 14(1). https://doi.org/10.5216/reec.v14i1.46976

Edição

Seção

Arquitetura e Construção