UTILIZAÇÃO DA CINZA DA CASCA DO COCO VERDE COMO SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO CIMENTO PORTLAND EM ARGAMASSAS

Autores

  • Cleidson Carneiro Guimarães Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Samile Raiza Carvalho Matos

DOI:

https://doi.org/10.5216/reec.v13i1.41675

Resumo

RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo principal avaliar a influência da cinza da casca de coco verde (CCCV) nas propriedades das argamassas no estado fresco e endurecido, a partir da substituição parcial do cimento Portland (CP) por cinza. Esta proposta surge da problemática ligada à destinação da casca do coco como resíduo urbano e agroindustrial e dos impactos ambientais provocados pela produção do cimento Portland. Para realização dessa pesquisa foram produzidas uma argamassa de referência e outras três argamassas com diferentes teores de substituição do CP por CCCV. Inicialmente, foi feita a caracterização dos materiais utilizados no trabalho e a análise de índice de pozolanicidade da cinza. Em seguida, foram feitas análises referenciais das propriedades das argamassas produzidas no estado fresco e no estado endurecido. A partir das análises pode-se perceber que a presença da cinza na argamassa influencia na trabalhabilidade, resistência mecânica e na durabilidade da argamassa e que a CCCV não possui potencial pozolânico. A adição de até 10% de CCCV substituindo o cimento Portland é viável. ABSTRACT: This study aims to evaluate the influence of ash green coconut shell (AGCS) on the properties of mortars in fresh and hardened, from the partial replacement of Portland cement (PC) by gray. This proposal arises from problems linked to the allocation of coconut shell as urban and agro-industrial waste and environmental impacts caused by the production of Portland cement. For this survey were produced a reference mortar and three mortars with different CP replacement levels by AGCS. Initially, it was the characterization of the materials used at work and ash pozzolanicity index analysis. Next, analyzes were made reference the properties of mortars produced in fresh and hardened state. From the analysis it can be seen that the ash presence in the mortar influences the workability, strength and durability of the mortar and the CCCV not have pozzolanic potential. The addition of up to 10% AGCS replacing the Portland cement is feasible.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

29-03-2017

Como Citar

Guimarães, C. C., & Matos, S. R. C. (2017). UTILIZAÇÃO DA CINZA DA CASCA DO COCO VERDE COMO SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO CIMENTO PORTLAND EM ARGAMASSAS. REEC - Revista Eletrônica De Engenharia Civil, 13(1). https://doi.org/10.5216/reec.v13i1.41675

Edição

Seção

Construção Civil