ANÁLISE DE CONDIÇÕES TÉRMICAS NOS BLOCOS DIDÁTICOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - REGIONAL CATALÃO

Autores

  • Débora Adiane Borges Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão
  • Ed Carlo Rosa Paiva Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão
  • Antover Panazzolo Sarmento Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão
  • André Alves de Resende Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão

DOI:

https://doi.org/10.5216/reec.v11i3.38144

Resumo

RESUMO: Este trabalho objetivou analisar as condições térmicas dos blocos didáticos da Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão. O conforto térmico foi avaliado pela ISO 7730 (ISO, 2005) por meio dos índices PMV e PPD e das prescrições da NR 17 (BRASIL, 1978), enquanto o estresse térmico foi avaliado pelo valor máximo do IBUTG conforme a NR 15 (BRASIL, 1978) e a NHO 06 (BRASIL, 2002). As medições foram realizadas na sala 301 do Bloco Didático 1 (BD1) utilizando-se um medidor de estresse térmico para medir o IBUTG e as temperaturas de bulbo seco, bulbo úmido e globo, usadas para determinar a temperatura efetiva e os índices PMV e PPD com o auxílio dos programas Grapsi v. 5.1 e Ladesys v. 1.0. A sala foi considerada desconfortável por calor principalmente na primavera e verão, enquanto no outono e inverno houve dias confortáveis para ela desocupada, sem garantir que permaneceria confortável quando cheia de alunos. Possíveis soluções para o problema seria a colocação de brises na fachada esquerda do BD1, arborização e instalação de climatizadores. As contribuições deste trabalho envolveram a análise do desconforto térmico em uma instituição de ensino e os possíveis impactos na produtividade, motivação por mais pesquisas na área e a citação de estratégias para amenizar o desconforto térmico. ABSTRACT: This study aimed to analyze the thermal conditions of the Education Center at the Federal University of Goiás, Regional Catalão. Thermal comfort was evaluated by ISO 7730 (ISO 2005) through of PMV and PPD indexes and the requirements of NR 17 (BRAZIL, 1978), while the thermal stress was evaluated by the WBGT maximum value according to NR 15 (BRAZIL, 1978 ) and NHO 06 (BRAZIL, 2002). Measurements were performed at classroom 301 of the Education Center 1 using a thermal stress meter to measure the WBGT and dry bulb temperature, wet bulb and globe, used to determine the effective temperature and PMV and PPD indexes with the help of programs Grapsi v. 5.1 and Ladesys v. 1.0. The classroom was considered uncomfortable for heat mainly in spring and summer, while in autumn and winter there were comfortable days to empty classroom, without to ensure that it remained comfortable in the classroom full of students. Possible solutions to the problem would be put solar protections in the left side of the Education Center I, forestation and air conditioners installation. The contributions of this work involved the analysis of thermal discomfort in an educational institution and the possible impacts on productivity, motivation for further research in the area and the citation of strategies to mitigate the thermal discomfort.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antover Panazzolo Sarmento, Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão

Professor Doutor em Recursos Hídricos e Ambientais do Curso de Engenharia Civil da Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão

Downloads

Publicado

16-05-2016

Como Citar

Adiane Borges, D., Rosa Paiva, E. C., Panazzolo Sarmento, A., & Alves de Resende, A. (2016). ANÁLISE DE CONDIÇÕES TÉRMICAS NOS BLOCOS DIDÁTICOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - REGIONAL CATALÃO. REEC - Revista Eletrônica De Engenharia Civil, 11(3). https://doi.org/10.5216/reec.v11i3.38144

Edição

Seção

Arquitetura e Urbanismo